A importância das gengivas na estética de seu sorriso

Gabar-se de um sorriso bonito é uma das prioridades de muitas pessoas quando falamos de estética dental. Nós costumamos se preocupar com o alinhamento das peças dentárias, também, e sobretudo, da cor branca de nossos dentes (que nós nos importamos com os diferentes tipos de clareamento dental), mas muitas vezes nos esquecemos de uma das partes mais importantes de nosso sorriso: as gengivas, que, no entanto, ganham um grande destaque na hora de sorrir.
O que função cumprem as gengivas?
As gengivas são uma parte importante da nossa boca: são formadas por um tecido conjuntivo denso que rodeia os dentes. Sua função fundamental é a de proteção, já que absorve as forças que geramos ao mastigar, para que estas não sejam transmitidas ao tecido ósseo.
Além disso, as gengivas também protegem as peças dentárias em frente ao possível ataque de bactérias e a entrada de substâncias estranhas usando o epitélio de união. Outra de suas funções é a de ajudar a manter fixos os dentes dos maxilares.
As gengivas, sempre que a nossa boca está saudável, costumam ser de uma cor entre rosa e vermelho pálido, e são muito sensíveis, com as ros podem se machucar facilmente, chegando a sangrar ou a apresentar feridas.
Como podemos manter as gengivas limpas e bonitas?
Para ter uma boca saudável não só devemos olhar para a escovação de dentes, mas também devemos prestar a atenção que merece o cuidado de nossas gengivas. De não ser assim podem apresentar patologias sérias, como a gengivite ou periodontite, que podem levar até mesmo a perder peças dentárias.
A premissa básica para manter as gengivas limpas e bonitas seria cepillarnos os dentes depois de cada refeição, e aprender a fazê-lo bem: escovar de forma suave, pois, de outro modo, podem danificar as gengivas, para remover a placa, tártaro e bactérias, e, além disso, usar o fio dental para remover os restos de comida que podem ficar presos entre os dentes. O enxágüe bucal antibacteriano também nos ajudará a manter uma boca saudável, e duas vezes ao ano, devemos passar pela consulta de nosso higienista dental para fazer uma limpeza profissional.
Cuide de sua saúde oral para evitar essas patologias

Alguns dos problemas mais comuns das gengivas que não nos permitem presumir de um sorriso podem ser as gengivas inflamadas ou as gengivas sangrantes. Assim é como você deve cuidar-se para acabar com estes problemas.
Gengivas sangrantes
A causa principal das gengivas sangrantes costuma ser a acumulação de placa bacteriana na linha em que se unem a gengiva e o dente. Isso geralmente é devido a uma higiene dentária deficiente ou mal feita. Quando a placa não é removida durante muito tempo, ela endurece e transforma-se em tártaro: o aparecimento de tártaro implica um aumento do sangramento das gengivas que pode resultar em patologias oral mais graves, como a periodontite, que afeta o osso da mandíbula e que pode levar à perda de peças dentárias.
Para evitar as gengivas sangrantes é importante que nos cepillemos os dentes depois de cada refeição com uma escova de cerdas macias e usar o fio dental para evitar a concentração de placa. Não se devem usar elixires bucais que contenham álcool, mas que, só depois de prescrição médica, poderemos enjuagarnos com água salgada ou água oxigenada em promoção.
Se a hemorragia for grave ou prolongado, é muito importante que o contato com um profissional médico.
Gengivas vermelhas e inchadas
A aparição de gengivas vermelhas e inchadas costumam ser um sintoma de uma patologia bucodental conhecida como gengivite. A gengivite é caracterizada por uma inflamação das gengivas que destrói os tecidos moles em que se encontram sujeitas as peças dentárias. O motivo pelo o que pode aparecer a gengivite é, de novo, o acúmulo de placa bacteriana na linha da gengiva, devido a uma má higiene bucal. Quando a placa se transforma em tártaro, as bactérias passam a gengiva provocando inflamação dos tecidos e tornando-as mais sensíveis.
No caso de detectar gengivas inflamadas, sensíveis ou sanguinolentas é importante que recorramos ao nosso médico para que nos faça uma varredura. O dentista, uma vez feito o diagnóstico, deve-se realizar uma limpeza bucal profissional para soltar e remover os depósitos dos dentes. Depois disto é necessário que mantenham uma limpeza oral exaustiva para evitar o reaparecimento de placa.