As ervas aromáticas em seus pratos

Entendidas como tal, as ervas aromáticas são destinadas a dar sabor aos pratos, para que os alimentos se condimenten e potenciem o seu sabor. Por isso, através do nosso blog de saúde contamos-lhe os aspectos mais importantes das ervas aromáticas em seus pratos, com uma série de pequenas dicas, úteis para a sua cozinha.
A primeira coisa que devemos ter em conta é o uso das ervas aromáticas, no sentido de que se dão muito sabor, por isso não convém dar muita quantidade. Tenha em conta que o objetivo é o de complementar os seus pratos, para variar o sabor da comida: cada alimento tem o seu sabor e as ervas aromáticas servem para dar um toque de distinção.
As ervas aromáticas mais consumidas em Portugal são manjericão, estragão, salsa, o alecrim, o tomilho, o orégano, o louro e lavanda.
Por outro lado, é importante saber quando se deve dar as ervas aromáticas ao cozido (ou a comida que você esteja fazendo, se entende). Neste sentido, é preferível adicionar ao final do cozimento,já que se acrescenta antes, é possível que o sabor da erva se perde com o calor do cozimento. Mas claro, isso depende de cada erva e dos gostos de cada um. Por exemplo, o louro, o tomilho ou alecrim é aconselhável cozedura com a comida, para que solte todo o sabor que eles têm.
No caso de que sejam refeições frias, não importam quando se adicionem as ervas aromáticas, mas é aconselhável lançá-las o quanto antes, para que os alimentos vão tomando o seu aroma.