Bruxismo: como uma moldeira de mudar a sua vida

Mais de 70% da população portuguesa sofre de bruxismo: uma patologia que nos faz apertar e ranger os dentes, geralmente, quando estamos dormindo, mas também há casos de bruxismo diurno. Esta condição pode nos afetar de diferentes maneiras: causando dor de cabeça ao acordar, dor de ouvidos, dores musculares, desgaste das peças dentais ao ranger dos dentes… Uma maneira fácil de tratá-la é através de uma moldeira de transferência: explicamos-te como se faz passo a passo o tratamento e como nós, se beneficia o uso dessa moldeira.
Por que tem lugar o bruxismo?
O bruxismo tanto de noite como de dia, não é uma doença em si mesma, mas que se trata de um sintoma de que algo não vai bem no nosso corpo. Por regra geral, o fato de apertar e ranger os dentes ocorre devido a uma situação de estresse que não sabemos lidar de maneira correta: fazer força com a mandíbula é a forma de libertar a tensão que tem nosso corpo.
O bruxismo afeta igualmente homens e mulheres, e a todo o tipo de pessoas, sem ter em conta a sua idade ou condição social: podem sufrirlo crianças e idosos, atletas, pessoas sedentárias, pessoas dedicadas à sua casa ou de pessoas com trabalhos estressantes. Sempre que há um fator de estresse por que não saibamos dar saída, o bruxismo pode aparecer.
É importante que, além do tratamento odontológico, através de uma moldeira de transferência, identifica aquilo que está produzindo um pico de estresse em nossas vidas: desse modo, podemos resolver o problema em sua raiz e podemos melhorá-lo pouco a pouco.

Como se realiza uma moldeira de transferência?
As moldeiras de transferência para o bruxismo são moldeiras de resina criadas a partir de alguns moldes de nossa própria arcada dentária (por isso são pessoais e intransmissíveis) que nos ajudam a libertar a tensão acumulada durante o dia em caso de que tenhamos episódios esporádicos ou continuados de estresse. Se usam durante o sono e são fabricadas com resinas 100% seguras para o nosso organismo. Assim é como se fabrica uma moldeira de transferência para o bruxismo e como isso nos ajuda.
Primeira visita ao dentista
O mais habitual é que durante uma visita ao nosso dentista, este for detectado que temos os dentes desgastados e que isto se pode dever a um problema de bruxismo. Talvez fomos nós mesmos os que já recorreram à consulta depois de notar dores na mandíbula ou de cabeça ao acordar pela manhã. Em nossa primeira visita ao dentista para tratar o bruxismo, o mais habitual é que o profissional de saúde nos pergunte, por nossos hábitos diários para confirmar que existe um problema de bruxismo e assim poder colocar solução para o mesmo.
Como é feito o molde para criar a moldeira de transferência
É importante que tenhamos em mente que não há duas dentaduras iguais: por isso, cada pessoa deve ter a sua moldeira de transferência para o bruxismo, que é única, pessoal à medida e intransferível. Para realizá-la é colocado um balde com um material elástico, chamado de alginato que adota a forma de nossa dentição: uma impressão em negativo da disposição e forma de nossos dentes.
O aro pode ser superior ou inferior, dependendo da arcada em que se coloque, ainda que costuma ser colocada na arcada superior. É normalmente feita em acrilamida transparente e sempre é de um material rígido. Isso é importante, já que há pessoas que usam os protetores bucais esportivos como tratamento para combater o bruxismo: estes protetores são fabricados em materiais macios e podem chegar a estimular o hábito de apertar a mandíbula, por noite, em vez de excluí-lo. Os protetores bucais desportivos não são um tratamento indicado para o bruxismo.
Uma vez que nossa liderança está já realizada, se realizam os ajustes necessários por parte do dentista para que ele se adapte na perfeição com a nossa espécie.
Após esta visita se podem realizar outras em que se vão fazendo pequenos ajustes na moldeira de transferência. Estas visitas de controle são necessárias, já que a moldeira de transferência se não está bem ajustada, não faz a sua função e pode ser prejudicial para o paciente.
Uma moldeira de transferência pode ajudar a melhorar a qualidade de nosso descanso noturno, a garantizarnos que levantar-nos-emos felizes, sem dores musculares ou de cabeça e a preservar a saúde de nossas peças dentais e de nossas articulações temporomandibulares.