Como combater a dor nas costas

A dor nas costas pode ter sua origem em um grande número de causas, como lesões, degeneração das vértebras, infecção, tumores, sobrecarga ou traumatismos. A causa exata pode ser bastante difícil de identificar, em alguns casos, já que pode surgir em tecidos moles, osso, no disco intervertebral ou na rede de nervos que atravessam.

No entanto, a origem mais comum desta doença é de origem mecânica: ao aumentar a pressão no espaço intervertebral, o disco é deslocado, irritando a raiz nervosa, que é o que finalmente urina o aparecimento da dor. Ao aparecer a dor, o corpo produz uma reação que consiste em congelar a área através do que conhecemos como contratura muscular reflete.
É o problema médico mais comum nas sociedades mais desenvolvidas e a dor lombar é a principal causa de incapacidade em pessoas com mais de 45 anos. Praticamente todo mundo sofre, em pelo menos uma ocasião, dor nas costas ao longo de sua vida. Daí que é importante conhecer aqueles movimentos e posturas erradas que favorecem a dor nas costas, bem como os principais fatores de risco e dicas que podem nos ajudar a evitar o seu aparecimento.
– As más posturas são um dos principais inimigos de volta. Se persistirem no tempo, acabarão, mais cedo do que tarde por provocar lesões e dor nas costas. Por esse motivo, é muito importante sentar-se bem quando estamos trabalhando ou estudando por o grande número de horas que passamos sentados.
– Do mesmo modo, há que evitar as posturas mantidas no tempo, já que sobrecarregam a musculatura ou as estruturas da coluna vertebral.
– Usar uma cadeira baixa nos ajuda a ter as pernas flexionadas, de forma que descarreguemos a zona lombar. Esta cadeira deve ser também mais baixa do que a mesa, com a finalidade de que nos vejamos na obrigação de colar as costas contra o encosto, mantendo desta forma a postura correta na hora de sentar e evitando-se, pelo contrário, a típica posição de nos colocar de volta para a frente do que há que evitar a todo o custo.
– O aumento da tensão nervosa origina contraturas nos músculos das costas. Por isso, é importante aprender a fazer exercícios e técnicas de relaxamento, bem como exercícios de alongamento, que nos ajudem a evitar a ocorrência de dor.
– Quando realizamos qualquer tipo de desporto, há que dedicar tempo a praticar os movimentos corretos, já que são gestos que se realizam muitas vezes, pelo que se estiver mal feito provocará o aparecimento de fortes dores nas costas e o aparecimento de lesões.

Em todos os casos, a repetição reiterada ou o prolongamento no tempo é a causa final que se origine a dor nas costas. Já que na maioria das vezes, são atividades que não podemos deixar de fazer, é muito importante aprender hábitos posturais corretos, fazer exercícios destinados a fortalecer o nosso sistema muscoloesquelético, evitar as atividades e riscos que são contraproducentes e aprender a usar de maneira correta a nossa volta.
É importante saber que a dor é o primeiro sinal que nos dá o corpo para nos dizer que não estamos cuidando de uma forma adequada ou suficiente a nossa volta. Por isso, há que assinalar que tomar remédios para evitar a dor pode nos aliviar, mas não são a solução para o problema.