Como curar os fungos vaginais

Você também pode gostar: Como curar a candidíase vaginal
Passos a seguir:
1

Como já apontado, o crescimento excessivo do fungo Candida albicans na zona íntima é o principal responsável pelo sofrimento de uma infecção vaginal por fungos. São vários os fatores que podem origem a este desequilíbrio de microrganismos na área genital feminina, mas geralmente costuma estar relacionado com a toma de antibióticos ou anticoncepcionais, o excesso de peso, a gravidez, o estresse, a doença de diabetes, alterações hormonais, ter um sistema imunológico enfraquecido, bem como com outros fatores externos, como a aplicação de sabonetes agressivos ou o uso de roupas muito apertadas.

Você pode descobrir mais detalhes consultando o artigo Por que se produz a candidíase vaginal.
2

É conveniente saber detectar os sintomas que podem nos alertar de uma possível infecção vaginal por fungos, como a candidíase, e assim ir o mais cedo possível ao médico ou ginecologista para se submeter às provas adequadas. Entre os sintomas mais comuns desta condição, encontram-se os que a seguir indicamos:

Mudanças significativas no fluxo vaginal: fluxo mais abundante de cor branca e mais espesso e aquoso.
Coceira e ardor nos lábios vaginais e dentro da vagina.
Inflamação e vermelhidão da vulva.
Dor ou desconforto ao urinar.
Dores ou desconforto ao manter relações sexuais.

3

Ante o manifesto dos sintomas acima, você deve consultar urgentemente com o seu médico para realizar as provas adequadas que assegurem ou descartada o padecimento de uma infecção vaginal por fungos, e esta condição requer um tratamento farmacológico específico para a sua cura. Geralmente, é necessário seguir um tratamento que se baseia na administração de medicamentos denominados anti-fungal, os quais atuam no organismo freando o crescimento da levedura, que provocou a infecção.

Este tipo de fármacos podem ser administrados de várias formas, como mostramos a seguir, mas em todo o momento se devem respeitar estritamente as indicações fornecidas pelo especialista.

Via local: recomenda-se a aplicação de cremes ou pomadas sobre a vulva ou a aplicação de supositórios (óvulos vaginais) na vagina para acabar com a infecção de forma definitiva. Este tipo de tratamento pode ter de 1 a 7 dias de duração em função do medicamento prescrito e a severidade dos sintomas.
Via oral: aconselha-se a toma de cápsulas ou comprimidos durante alguns dias determinados, o qual é definido com base na gravidade da infecção e se se trata de uma condição recorrente ou não.

É fundamental não interromper o tratamento sem finalizá-lo por completo, já que então a infecção por fungos persistirão e os sintomas não vão acabar por desaparecer. No caso de que os sintomas não são endereçadas, você deve consultar com seu médico, pois é possível que você precise de um tratamento mais forte.

4

Apesar de que o tratamento anterior é necessário para curar uma infecção vaginal por fungos, também é conveniente ter em conta algumas recomendações no dia-a-dia que pode ajudar a prevenir este tipo de doenças e manter sua zona íntima com uma saúde ótimas. As medidas mais importantes são:

Ter uma boa higiene íntima. O ideal é lavar a zona genital umas duas vezes por dia, usando água e um pouco de sabão de pH neutro.
Evitar duchas vaginais e o uso de sabonetes agressivos que contenham perfumes, fragrâncias, álcool, assim como o uso de desodorantes ou pós vaginais. Todos eles podem afetar a flora bacteriana da vagina e aumentar o risco de infecção.
Certifique-se que a área íntima esteja sempre seca, pois a umidade favorece a proliferação de microrganismos.
Ao fazer as suas necessidades, é preferível limpar a área íntima da frente para trás, mas, em nenhum caso, vice-versa, já que, em seguida, podem mudar-se os germes do ânus para a vagina.
Quando se tem a menstruação, é importante fazer um bom uso de pensos e tampões, mudando com frequência. No próximo artigo você pode ver quanto se deve mudar um buffer.
Usar preservativo ao manter relações sexuais.
Evitar o uso de roupa interior, de fibras sintéticas, preferindo a de algodão, e não usar calças muito apertadas.
Manter os níveis de açúcar no sangue controlados, no caso de ter diabetes.
5

Existem alguns produtos naturais, como o óleo de árvore de chá ou suco de mirtilo que possuem potentes propriedades antifungicidas e ajudam a equilibrar a flora bacteriana da vagina, por isso são uma boa opção para curar as infecções por fungos. Se quiser saber de que forma deve usar estes tratamentos, não pode perder o vídeo Como tratar a candidíase com remédios caseiros.
Este artigo é meramente informativo, em MedicamentosClub não temos autoridade para prescrever qualquer tratamento médico, nem fazer qualquer tipo de diagnóstico. Nós convidamos você a ir a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de doença ou mal-estar.
Se você deseja ler mais artigos parecidos a Como curar os fungos vaginais, recomendamos que entre na nossa categoria de Doenças e efeitos colaterais.