Como diferenciar uma angina de um infarto?

O infarto e a angina de peito se apresentam devido à obstrução de uma das três artérias principais ou de seus ramos, o que, consequentemente, reduz o fluxo de sangue para o coração. Quando este problema médico apresenta-se bruscamente para a formação de um trombo oclusor’ dentro da artéria coronariana, apresenta-se o chamado ‘síndrome coronária aguda’. A síndrome coronária aguda apresenta dois tipos: a angina instável e o infarto agudo do miocárdio.
Na angina instável, a artéria coronária está obstruída parcialmente, e o fluxo que passa através dela só está impedido, no entanto, em que o infarto agudo do miocárdio, a artéria coronária está tampa completamente o fluxo de sangue que vai para o coração é interrompida bruscamente, levando à morte das células permite.
Em ambos os casos, ao não chegar a sangue suficiente para o coração, também não chega a quantidade suficiente de oxigênio causando uma insuficiência que causa dores intensas.
A angina instável apresenta-se de forma aguda, como o infarto. Ambos fazem parte da doença cardíaca coronariana é uma doença crônica.
Em caso de dor torácica, como distinguir se é uma angina de peito ou infarto?
Características da dor de angina de peito
1. A dor da angina de peito aparece no centro do peito e é semelhante ao que se sente quando se está comendo, e parece que a comida se você ficar preso, como se lhe custasse chegar ao estômago.
2. Pode haver uma sensação de aperto no peito ou na área do coração.
3. A dor não é muito intenso. Pode ficar fixo no centro do peito e, em alguns casos, irradiarse para a garganta, o braço esquerdo, mandíbula ou costas.
4. Você pode sentir tonturas leves e sudorese.
5. A dor pode ceder, por si só, em menos de dez minutos.
6. Não se apresentam problemas respiratórios.
7. A dor pode sendo acionado ao realizar um esforço ou ao sentir uma emoção forte.

Como é a dor de um infarto?
1. A dor que se apresenta ao ocorrer um infarto é muito mais intenso.
2.- Pode irradiarse o braço esquerdo e até mesmo o braço direito se o infarto ocorre na parte posterior do coração.
3. A dor é duradouro, não cede nem diminui a sua intensidade.
4. Aparece em repouso e de uma só vez.
5. São bastante frequentes a sensação de tonturas, as náuseas, os vómitos e a transpiração.
6. Pode apresentar uma respiração entrecortada e dificultosa.
7. Nas mulheres, além dos sintomas acima, você pode apresentar dor ou ardor no estômago, dores no ombro, ansiedade, desconforto no pescoço ou maxilar, fadiga e fraqueza, sem motivo aparente.
É importante destacar que a dor de um infarto agudo do miocárdio e angina de peito instável costumam ser indistinguíveis, e só a determinação de enzimas cardíacas, como a Troponina, dar o diagnóstico médico bem sucedido.
Qual é o perigo de ambas as patologias?
Apesar de parecer que a angina de peito é uma doença menos perigosa, o certo é que aqueles que a sofrem, têm uma elevada probabilidade de apresentar um infarto do miocárdio. Tudo depende de fatores que são relevantes para cada paciente, por exemplo, um diabético mal controlado que apresenta uma angina de peito tem mais risco do que aquele diabético que se controla.
Quanto ao ataque, é considerado um problema muito grave se não atende rapidamente, uma vez que pode causar a morte. As causas que o provocam são evitáveis, já que o seu aparecimento se deve, em grande parte, a fatores como o sedentarismo, o tabagismo e a alimentação hipercalórica.
O que fazer se te apresentam estes sintomas?
Se você sentir uma dor no centro do peito que cede em alguns minutos, o principal é manter a calma e ir ao médico o mais rápido possível.
Se os sintomas persistirem, tente não alarmarte para não provocar um aumento nas batidas de teu coração. Ligue para emergência para uma atenção médica imediata e fica atento a todas as indicações.