Como escolher um bom travesseiro

Você também pode gostar: Como usar um travesseiro cervical
Passos a seguir:
1

A primeira coisa que você deve ter em conta na hora de escolher um bom travesseiro é a sua forma de dormir. Se acostumar a dormir de barriga para cima, o mais aconselhável é comprar um travesseiro não muito grossa, uma vez que, neste caso, o travesseiro atua de suporte para o pescoço e cabeça, e não de tratamento para certas doenças.

Fonte: revistamundonatural.com
2

Pelo contrário, siduermes de lado, o travesseiro deve ser grossa o suficiente para que o pescoço não se apoie em seu ombro, causando dor e desconforto, e clique sobre o travesseiro. Neste caso, a finalidade da travesseiro é fazer com que o pescoço fique sobre o eixo da coluna, e não mais baixo do que o que aconteceria se você não tem o peso suficiente.

Fonte: elcondifencial.com
3

E se você dorme de barriga para baixo, a melhor opção é uma almofada macia, fina e flexível. Normalmente, as pessoas que adotam esta postura para dormir, costumam abraçar o travesseiro ou pegá-la, é por isso que uma de penas ou de fibras sintéticas é ideal para poder adaptar o recheio e colocá-lo onde é mais necessário.

Fonte: republica.com

4

O enchimento da almofada é outro dos aspectos que deve ter em consideração quando você vai escolher o travesseiro certo. As almofadas de penas ou de fibras sintéticas são muito flexíveis e podem parecer perfeita justamente por este aspecto, mas só são recomendados para aquelas pessoas que dormem de barriga para baixo e não sofra nenhum tipo de dores no pescoço ou nas costas.
5

As almofadas com sistema de memória são as mais recomendadas, porque se adaptam totalmente a ti. Estas almofadas são perfeitas para aquelas pessoas que se movem muito quando dormem. Com essas carcaterísticas, encontramos os travesseiros de látex e viscoelásticas. Os travesseiros de látex são de textura suave, as viscoélasticas, em troca, têm mais firmeza e, portanto, uma maior capacidade de adaptação.

6

O problema que apresentam os travesseiros de látex é que, além de ter menor firmeza e adaptabilidade, requerem uma constante ventilação. É necessário expor os dois e voltearlas para que o látex não se deforme, gera umidade, nem possua bactérias. Com as viscoelásticas isso não acontece porque o material que utilizam já conta com um sistema de ventilação próprio. Além de oferecer um perfeito descanso, as almofadas viscoelásticas são ideais para todas aquelas pessoas que sofrem de dores cervicais, lombares, dores de cabeça ou enxaquecas, por sua perfeita adaptabilidade, a firmeza e a pressão que exercem sobre as áreas afetadas. Há até mesmo almofadas viscoelásticas projetadas especialmente para tratar problemas cervicais.
7

Por último, no momento de escolher um travesseiro, não se guíes para o preço, posto que escolher o travesseiro mais barata seria um grande erro. As almofadas de baixo custo costumam ser de má qualidade e, portanto, prejudiciais para a saúde e o bem-estar. Comprar a almofada adequada, apesar de ter um custo mais elevado, é um investimento a longo prazo, por sua durabilidade e resistência. As de baixo custo, em troca, terá de substituí-las por ano ou ano e meio de comprá-los.

Fonte: 1001consejos.com
Este artigo é meramente informativo, em MedicamentosClub não temos autoridade para prescrever qualquer tratamento médico, nem fazer qualquer tipo de diagnóstico. Nós convidamos você a ir a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de doença ou mal-estar.
Se você deseja ler mais artigos parecidos a Como escolher um bom travesseiro, recomendamos que entre na nossa categoria de Doenças e efeitos colaterais.