Como prevenir o mal de Parkinson veja aqui

Alimentos que ajudam a prevenir o mal de Parkinson
A alimentação é sempre um bom aliado para prevenir qualquer doença, e doença de Parkinson não é uma exceção. Um motivo pelo qual é sempre conveniente tomar alimentos que são benéficos para o sistema nervoso. Entre os melhores alimentos para prevenir o mal de Parkinson são:

Alimentos ricos em vitamina C: como por exemplo a laranja, o kiwi, porque têm um grande poder antioxidante e ajudam a proteger o cérebro de seu desgaste.
Alimentos ricos em vitamina E como amêndoas ou amendoins, também não podem faltar na dieta para prevenir o mal de Parkinson, uma vez que diversas pesquisas científicas demonstraram a relação entre o seu consumo e esta patologia. Seus benefícios se concentram em que esta vitamina é protetora do sistema nervoso.
Alimentos ricos em Omega-3: estes são outra boa opção para incorporá-los à mesa e evitar o mal de Parkinson, por ser muito benéficos, já que reduzem a inflamação do cérebro, além de contribuir para estimular o crescimento neuronal e a diminuir os tremores do corpo, no caso de que já tenham feito a sua aparição.

Além disso, como diretriz geral, deve-se seguir uma dieta baixa em açúcares e sais e livre de gorduras por seus efeitos negativos sobre o organismo e não apenas para o mal de Parkinson, e ingerir alimentos ricos em antioxidantes, como por exemplo, os frutos vermelhos, porque ajudam a evitar o processo de oxidação das células, que é um dos fatores desencadeantes da doença.
Exercícios para prevenir o mal de Parkinson
A prevenção do mal de Parkinson também se realiza através do exercício porque também afeta as funções motoras. Para esta doença em particular, ao ser neurodegenerativa, vai muito bem fazer atividades físicas que sejam moderadas, como, por exemplo:

Caminhar: é muito necessário, porque favorece a mobilidade.
Exercícios de alongamentos são muito benéficos para relaxar os músculos e não perder o tônus muscular.
Pilates e tai chi, são muito úteis porque se realiza uma ginástica suave que ajuda a melhorar a coordenação e a ter um maior controle do corpo.
Técnicas de relaxamento: estas são ideais para evitar o stress e a deterioração do sistema nervoso, que propiciam o aparecimento desta doença.

Remédios caseiros para prevenir o mal de Parkinson: chás
Uma das chaves para prevenir o mal de Parkinson é vigiar o que se bebe. É claro que não é benéfico tomar bebidas alcoólicas por seus efeitos nocivos sobre o sistema nervoso.

Pelo contrário, uma das opções mais indicadas é tomar tisanas, chá ou chá de valeriana, porque é uma planta que ajuda a evitar a depressão, algo que tem relação com o mal de Parkinson, já que quem sofre de depressões, é mais propenso a se tornar um paciente teor de fdn.

No seguinte artigo vamos dar algumas dicas e conselhos sobre como tomar valeriana: Como tomar valeriana.

Remédios caseiros para prevenir o Parkison: massagens relaxantes
Quando se é propenso a ter dores musculares ou nas articulações, é conveniente tratá-los para promover o relaxamento da musculatura e do corpo em geral com o fim de não só tentar melhorar essa doença, mas também de prevenir o mal de Parkinson. As massagens relaxantes são uma boa alternativa e podem ser feitas com diferentes óleos essenciais, como por exemplo:

Óleo essencial de gengibre: já que tem propriedades que favorecem o relaxamento muscular.
Óleo essencial de zimbro: este é outro óleo essencial muito útil para prevenir o mal de Parkinson, já que tem características muito semelhantes ao gengibre.
Óleo essencial de lavanda: este é um dos mais conhecidos, sendo possível utilizá-lo para prevenir o mal de Parkinson, tanto como óleo essencial para massagear as áreas afetadas, como para relaxar ao respirar o aroma.
Outras formas de prevenir o mal de Parkinson
E, finalmente, sempre se podem tomar alguns complexos ou suplementos naturais, como os que contêm ginkgo biloba porque tem propriedades que ajudam a melhorar a irrigação sanguínea do cérebro.

São rotinas que são fáceis de introduzir no dia-a-dia para prevenir o mal de Parkinson e que sempre devem ser complementadas com visitas ao médico para que indique os procedimentos mais adequados para a prevenção, especialmente em pessoas que possam ser propensas a sofrer desta doença.

Em MedicamentosClub esperamos ter ajudado com estas dicas para saber como prevenir o mal de Parkinson. São dicas que você já pode colocar em prática para cuidar de si, embora ainda seja jovem. Foram? Esperamos que você nos conte a sua experiência.
Este artigo é meramente informativo, em MedicamentosClub não temos autoridade para prescrever qualquer tratamento médico, nem fazer qualquer tipo de diagnóstico. Nós convidamos você a ir a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de doença ou mal-estar.
Se você deseja ler mais artigos parecidos a Como prevenir o mal de Parkinson – descubra aqui, recomendamos que entre na nossa categoria de Doenças e efeitos colaterais.