Como retardar o desgaste das articulações com a idade

Agora, como é uma circunstância que pode chegar a ser irritante, vale a pena tomar as medidas adequadas para tentar atrasar, na medida do possível, esse desgaste.
Quem pode ser afetado pelo desgaste das articulações?
A degeneração natural que sofrem as articulações com a idade é uma entidade muito comum que afeta, em maior ou menor medida, todas as pessoas maiores, causando mais ou menos sintomas, conforme o caso, que consiste em dor e rigidez na mobilização das articulações.
Mas é sobre a quarta década de vida, quando já muitas pessoas apresentam sinais de desgaste em raios-x, sobre tudo as articulações que suportam o peso do corpo, como é o quadril ou joelhos, mas relativamente poucas apresentam sintomas.
E ainda é um desgaste natural, o que está muito claro é que se pode atrasar o momento de apresentação dos primeiros sintomas se nós não usamos as articulações em excesso ou se evitamos lesionarlas continuamente, sobretudo com as atividades esportivas.
Você sempre é natural o desgaste de nossas articulações?
Todo desgaste das articulações, não é natural, mas que também existem algumas doenças que podem provocá-lo ou torná-lo mais rápido, como é o caso da doença de Paget ou depois de sofrer infecções articulares. Além disso, as pessoas que forçam as articulações de forma reiterada, em determinados trabalhos ou esportes, podem sofrer os primeiros sintomas do desgaste da articulação muito antes. Assim, por exemplo, um jogador de futebol profissional pode manifestar sintomas evidentes de desgaste de sua articulação do tornozelo, com apenas 30 anos. Outro fator que está muito envolvido no desenvolvimento de desgaste é o peso corporal, e desta forma, o primeiro conselho médico, para evitar o progresso da doença é evitar o excesso de peso.
Como reconhecer os primeiros sintomas?
Os sintomas desenvolvem-se de forma gradual, sendo a dor o sintoma que pode afetar as articulações, tais como o quadril, coluna ou joelhos. Esta dor costuma aumentar com a prática de exercício. Além disso, é típico levantar-se com bastante dificuldade para mover a articulação afeta, que costuma melhorar após ter iniciado o movimento.
O que devemos fazer quando aparecem os primeiros sintomas de desgaste?
Devido a esse lento e progressivo desenvolvimento do desgaste podemos tentar, de alguma forma, frenarlo realizando exercícios de alongamento, de fortalecimento e de postura, de forma a aumentar de forma natural e sem sobrecarregar a articulação e reforçando a musculatura que a rodeia pode fazer com que os efeitos do “envelhecimento” da articulação demora em seu lançamento.

É aconselhável consultar um fisioterapeuta que nos pode aconselhar quais são os exercícios mais recomendados, dependendo de qual é a articulação que está nos dando problemas. Da mesma forma, um médico reumatólogo pode descartar causas secundárias de desgaste que se possam tratar e, além disso, é o único capacitado para prescrever o tratamento adequado para essa pessoa em particular.
Todas estas medidas devem evitar ou, pelo menos, atrasarão o que a articulação se afetar de tal forma que se tenha que recorrer a tratamentos cirúrgicos, onde, sobre todo o quadril e o joelho, tenham que ser substituída por uma prótese artificial. De todas formas, se você chega neste momento teremos também a tranquilidade que, geralmente, oferece resultados muito bons, melhorando a funcionalidade da articulação e, por isso, os sintomas.