Crujirse os dedos da mão: você é bom ou é ruim?

‘Crack, o crack, o crack’, este é o som favorito de pessoas que tem por costumes crujirse os dedos da mão. Este gesto pode servir como alívio físico e mental, quando é feito de forma nervosa, mas actualmente não se conhecem as consequências que tem. Crujirse as juntas e qualquer articulação produz um som característico que pode irritar muitas pessoas que, como principal premissa contra a prática dirão que cada crack é a ante-sala de uma futura artrite nas mãos. Mas, será que têm razão?
Se bem que não há suficientes estudos para saber quais são os efeitos prejudiciais ou benéficos (se houver) de estalar os dedos, há diversas fontes que indicam que nada tem que ver com o desenvolvimento de doenças como a artrite. Então, sim, pode-se afirmar, no momento, que ranger os dedos não provoca esta doença no futuro, mas isso não significa que seja bom fazê-lo, também não se pode dizer de modo taxativo que seja ruim.
Por que soam as articulações quando as crujimos?
Embora possa parecer que estas explosões vêm dadas pelo atrito dos ossos ou uma explosão, não é mais do que o som que fazem as bolsas de gás e, ao explodir dentro da cápsula de líquido sinovial que há entre qualquer articulação do corpo humano. Este líquido é o encarregado de lubrificar as nossas articulações para funcionar com normalidade. Com a idade ou o excesso de uso, este líquido diminui e as articulações se desgasta, causando algumas dores articulares comuns a partir da terceira idade como o de joelho, quadril ou tornozelo (algumas das articulações que suportam mais peso e trabalham ao longo da vida).

Ao fazer ranger os dedos, fazendo com que a cápsula sinovial sua dilatação e com ela os gases em seu interior que explodem e desaparecem durante alguns minutos, por esta razão, não pode fazer estalar uma articulação duas vezes seguidas. Ao fazê-lo, é certo que os nervos e tendões ao redor mudam de posição e, às vezes, se vêem forçados pelo efeito da pressão de uma mão contra a outra. Mas, em nenhum caso, foi demonstrado que mobilizar as articulações da mão predisponga a sofrer de artrite. A necessidade de forçar a posição de uma articulação para sentir alívio após o estalo pode ser que haja algum problema anterior e para o qual, é recomendável recorrer a um especialista.
Quando é bom, que as articulações “crujan”
Quando vamos a um profissional que pode nos ajudar a melhorar a mobilidade do corpo e aliviar a pressão, sim, é bom que as articulações crujan. Ele saberá de que maneira colocar o nosso corpo para que ele funcione com normalidade e sem dor. Saberá se há inflamação da área que não deixamos de ranger e como corrigi-lo. Em nenhum caso, é aconselhável tomar como costume fazer soar tão característica forma as articulações do corpo, já que não se demonstrou que não tenham qualquer consequência futura.
É claro que, se o crepitar corresponde a um tic de origem nervosa, há que tomar medidas. Sentir a necessidade de fazer soar os dedos para conseguir uma sensação de bem-estar é comum, mas é importante aprender a controlar essa ansiedade e recorrer a alívios diferentes. Por exemplo, contar até 20 ou respirar profundamente nos pode ajudar a aliviar essa tensão que sentimos sem a necessidade de colocar à prova a flexibilidade dos dedos da mão.