Desportista, cuide dos seus dentes

A saúde dos nossos dentes e gengivas tem muito que ver com o desempenho esportivo, e cada vez são mais os treinadores que insistem em que os atletas passem revisões periódicas ao dentista para verificar que está tudo bem. Você sabe como pode afetar a saúde oral em seu desempenho?
Posso lesionarme por uma má saúde oral?
As lesões musculares e articulares podem ser provocados por uma má saúde oral, como consequência de infecções dentárias ou paradentarias. As infecções bucais são perigosas para os atletas, já que as bactérias que se encontram na cavidade bucal passam de forma fácil e rápida para a corrente sanguínea, podendo facilitar, desta forma, as possíveis lesões em outras partes do corpo.
Ao passar essas bactérias para a corrente sanguínea, nosso sistema imunológico fica debilitado, e não responde da forma ideal perante o desempenho esportivo. Deste modo, enquanto praticam o esporte, podemos chegar a sentir fadiga e inflamação articular, e, inclusive, facilitar os danos musculares ou lesões nas articulações de natureza mais grave.
Outras doenças, como as cáries, a gengivite ou sangramento de gengivas e as infecções bucais podem chegar a provocarnos episódios de febre, com a consequente fraqueza geral e supressão de defesas.

Morde bem, corra melhor
A maloclusión ou morder de forma incorreta também pode nos afetar em nossa faceta como esportistas. Uma mordida ruim, normalmente gerada pela falta de peças dentárias que não são repostos, pode dar lugar a uma dor muscular na zona alta de costas e o pescoço, e como resultado, nós podemos vir a ter uma má alinhamento corporal.
Na caixa de mordida, podemos incluir também os problemas de bruxismo, que sofrem tanto atletas como pessoas sedentárias. O bruxismo (apertar fortemente os dentes ou fazê-los ranger sem ter consciência disso) costuma aparecer durante o sono, mas também pode ocorrer em situações de vigília quando sofremos pressão. Este ranger de dentes produz tensões musculares, um grande desgaste dental e pode resultar em um intervalo incompleto, fundamental para o atleta.

Como cuidar de nossa saúde oral?
– Claro, tanto atletas como sedentários devemos ter uma higiene bucal completa. Isto é, cepillarnos os dentes depois de cada refeição e não se esquecer de fazê-lo antes de ir dormir, pois durante o sono proliferam as bactérias bucais. Além de usar uma pasta de dentes com flúor, que reforça o esmalte das peças dentais, é ideal usar o fio dental.
– Cuidar da nossa alimentação: ter uma dieta equilibrada e reduzir o consumo de açúcar é uma máxima a seguir para toda a população. Especial atenção para o caso dos corredores de longa distância, que tendem a consumir produtos ricos em glicose, combinados com as bebidas com PH baixo e a desidratação podem levar a episódios de cáries ou desgaste dental.