É possível apagar o seu passado? Não, mas as marcas do acne sim

A acne é uma das doenças mais comuns da pele e está muito relacionada com alterações hormonais, estresse, pele oleosa, a menopausa ou a acção de determinados medicamentos. Está presente principalmente na fase da adolescência, quando as alterações hormonais tornam-se mais visíveis e, embora seja um problema que pode ocorrer em qualquer idade, o certo é que se relaciona mais com a população em idade adolescente.
A acne costuma aparecer no rosto, mas também nos ombros e nas costas.
A lesão elementar é o comedón, que podem ser abertos ( pontos pretos ) ou fechado ( as chamadas “espinhas”) estes podem ser infectados por bactérias que vivem em nossa pele e provocar o aparecimento de pústulas e cistos em casos mais graves.
Uma boa higiene diária, limpando as áreas afetadas com sabonete neutro, e a utilização de cremes específicos ,livres de gordura ( oil free) é fundamental para evitar que a acne se espalhe e vá a mais.
Vamos recorrer ao dermatologista o mais cedo possível para que nos prescrevem um tratamento personalizado, e o nosso acne não nos deixe cicatrizes, e no caso de que estas tenham aparecido, poder tratá-las da forma mais correta e individualizada possível.
Como remover as marcas de acne na pele

O acne pode deixar algumas marcas e cicatrizes residuais, e eliminá-los é um processo lento e caro. É muito importante que antes de decidir por um tratamento específico recorramos a nossa dermatologista, que será quem estude o caso e decida qual é o que mais nos convém de acordo com o nosso tipo de pele, a quantidade ou a extensão de marcas, etc.
O peeling químico
Um dos tratamentos mais utilizados para controlar ou diminuir a acne e acabar com as marcas na pele, especialmente com as que aparecem depois de ter sofrido acne, é o peeling químico. Através deste tratamento é “descascam” ou se retiram as camadas mais superficiais da pele, de modo que se retiram parte de cicatrizes cutâneas que se tenham. Muitas vezes utilizam substâncias que ajudam a desinflamar os comedões e espinhas, sendo então, uma boa solução para o acne ativo e para as marcas que aparecem como consequência.
Para poder retirar essas camadas superficiais da pele é usado um agente químico que esfolia a área a ser tratada. É um tratamento simples que não exige, muitas vezes, anestesia e que tem mínimas complicações , sempre deveremos realizar uma adequada fotoresistente trás, e seguir as indicações da nossa dermatologista.
Remoção do acne e suas marcas com laser
Outro dos métodos mais utilizados para eliminar a acne e suas marcas é o tratamento de vários tipos de laser, que também costuma se combinar com técnicas de despigmentação e fórmulas antioxidantes. Na hora de tratar a acne com laser, este pode ser de dois tipos:
Laser fraxel: é um laser pouco agressivo que penetra somente nas camadas mais superficiais da pele. O tempo de aplicação do tratamento pode variar em função de nosso fototipo e a extensão das lesões. Este tipo de tratamento com laser também é utilizado para eliminar estrias e cicatrizes.
Laser pixel: trata-se de um tipo de laser menos agressivo mesmo que o anterior e que penetra mais na pele. Funciona realizando microperforaciones na pele, que favorecem a formação de pele nova, no lugar onde se encontravam as marcas ou manchas de acne. Para obter bons resultados costumam fazer várias sessões em cada paciente (uma por mês, normalmente) e são necessárias cerca de quatro ou cinco dias de recuperação após elas. Além disso, costumam ser complementados com peeling químico e com tratamento de manutenção em que o paciente pode realizar em casa. Este tipo de tratamento com laser, além disso, é usado para suavizar as rugas, rejuvenescer a pele e corrigir cicatrizes.