Estes são os alimentos ideais para as suas gengivas

Uma correta higiene bucal e evitar os alimentos ricos em açúcar são dois fatores fundamentais para manter as gengivas saudáveis, como não fumar, nem esquecer a revisão periódica com o dentista. Outro ponto essencial a ter em conta é o que comemos diariamente, por isso hoje te contamos quais são os alimentos ideais para cuidar de suas gengivas, toma nota.
A importância de mastigar
As gengivas são as que suportam os dentes, assim que mantê-los fortes é a melhor maneira de ter uma dentição bonita e saudável. Além da escovação regular, podemos obtê-lo através de frutas, que exigem um esforço ao mastigar.
Maçã, pêra, pêssego ou laranja, estimulam a circulação de sangue das gengivas com a mastigação, por um lado, e, por outro, ao comê-las, fazem uma espécie de varredura da placa bacteriana, parecido com o que conseguimos com o fio dental, contribuindo para eliminar as bactérias presentes nos restos de comida.
De entre todas, a maçã é a estrela, sempre exclusivo e com pele, embora em nenhum caso, comer alguma dessas frutas substitui a higiene dental. Além disso, há que ter especial cuidado com a ingestão de frutas cítricas, pois em excesso podem danificar o esmalte dos dentes.
Vitamina D e cálcio, para a prevenção
As doenças periodontais, como a gengivite, se devem, em grande parte, as bactérias presentes nos restos de alimentos que ficam presos entre os dentes. A Vitamina D facilita a absorção do cálcio e do fósforo, fazendo nossas gengivas e dentes muito mais resistentes a este tipo de infecções.
Fonte de Vitamina D, por excelência, é a exposição ao sol, mas também está presente em alimentos como peixes gordos (arenque, salmão, cavala, sardinhas ou atum), o fígado de boi ou o ovo.
O cálcio encontrado no leite, mas também em espinafre, grão-de-bico, as lulas, o brócolis, a couve ou o tofu.

Vitamina C, para produzir colágeno
O colágeno é uma molécula proteica, responsável por manter unido o tecido conjuntivo, bem como do grau de firmeza e elasticidade de músculos, pele, ossos, ligamentos, etc., É também o principal componente das gengivas, pelo que a sua perda pode causar problemas importantes nas mesmas, como as gengivas esteiras totalmente retraída.
Conforme vamos cumprindo anos a produção de colágeno diminui, mas os alimentos com Vitamina C podem ajudar-nos a que não se feche, já que estimulam a sua formação.
Laranja, limão, toranja, tangerina, kiwi, pimentão, salsa, groselha preta, brócolis, agrião ou mamão, são alguns dos alimentos mais ricos nesta vitamina, assim que não podem faltar em sua dieta diária.
Em geral, uma alimentação saudável, abundante em frutas e vegetais, legumes e peixe azul, juntamente com uma higiene bucal correta e cuidados médicos, vai garantir umas gengivas fortes e saudáveis, que se distinguem pela sua firmeza e cor-de-rosa.
Além da limpeza dental anual e sua respectiva revisão, se notamos que as gengivas escuras, sangram, doem, se inflamam ou se reduzem, é necessário recorrer a nosso especialista para que nos indique o diagnóstico e o tratamento adequados.
Cuidar de nossas gengivas não é apenas uma questão de estética, ou evitar as perturbações que provocam quando estão inflamadas, as doenças periodontais estão associadas ao maior risco de problemas cardiovasculares, diabetes ou de parto prematuro, assim, mantê-la em perfeito estado é vital para nossa saúde e bem-estar geral.