Eu tenho os dentes tortos! Você já pensou em ortodontia?

Os dentes tortos são um problema comum na população, especialmente se falamos de crianças: todos os pais costumam estar muito preocupados com o fato de que tanto os primeiros dentes de seus filhos (os dentes de leite), como as peças definitivas nasçam de forma correta e ordenada. No caso de que tenhamos os dentes tortos, existem tratamentos que podem ajudar-nos a colocá-los corretamente e a melhorar o nosso sorriso e a nossa mordida.
Por que saem os dentes tortos?
Os dentes tortos ou mal posicionados podem aparecer em crianças, por várias causas. Pode ser uma herança genética, os traços fisionómicos da família ou para uso durante muito tempo da chupeta ou da mamadeira: todas essas, entre outras, são causas para a mandíbula de crianças se desvia de sua posição ideal e alterar o posicionamento dos dentes.
Outras causas para o aparecimento dos dentes tortos podem ser os traumatismos e choques na boca da época de infância e outros maus hábitos como chupar o dedo, quando começam a sair os dentes definitivos, pressionar os dentes com a língua ou morder os lábios. Mas o mais importante é que o google encontrar esta má posição dos dentes em crianças de forma precoce para poder resolvê-la o mais rápido possível com um profissional da odontologia. Além de detectar a causa que provocou essa má posição. Quanto mais cedo você começar a tratar o problema, mais fácil será resolver.

As possíveis consequências de ter os dentes tortos
Quando falamos dos problemas que podem causar os dentes tortos, com certeza a primeira coisa que nos venha à mente seja o problema estético: dentes tortos, mostram um sorriso imperfeito, que pode ser um problema e chegar a acomplejar algumas pessoas. Muitos são os pacientes que chegam ao consultório do dentista procurando um sorriso mais bonito, com os dentes alinhados e em uma certa posição que possa reforçar a sua imagem corporal.
Mas alguns dentes tortos podem não só ser um problema estético, mas também acarretam outros problemas de saúde. Os dentes tortos, costumam gerar uma mordida incorreta, que pode levar, a longo prazo, ao lascamento na parte inferior e até mesmo fratura de algumas peças dentais, sendo necessária sua reposição. Além disso, as peças dentais podem desgastar-se mais da conta, as gengivas podem inchar, por não ser possível uma correta higiene bucal (com os consequentes problemas de halitose ou mau hálito) e até podemos vir a sofrer de dores de cabeça e musculares, devido à mordida ruim.
A ortodontia pode ajudar-nos a melhorar os dentes tortos

Frente ao problema de os dentes tortos, a solução mais comum é a da ortodontia, principalmente quando a estrutura dental foi afetada e o problema não são apenas um par de peças (se só temos que corrigir uma ou duas peças, podemos optar por facetas dentárias: de um tratamento menos invasivo e que também dá bons resultados).
O tratamento ortodôntico, mas costuma ser mais frequente em crianças, pode ser realizada em qualquer idade para corrigir a posição das peças dentárias, e assim tratar a raiz dos possíveis problemas que podem nos transportar os dentes tortos: problemas de maloclusión, bruxismo, dores de cabeça, etc.
O tratamento ortodôntico nos serve para colocar nossa estrutura dental e podemos optar por diversos métodos para levá-lo a cabo. Costuma ser um tratamento relativamente longo, dependendo sempre do caso de cada paciente: este é o motivo pelo qual, até há alguns anos, muitos adultos renunciavam a colocar sua dentadura. O fato de ter que levar (ou voltar a levar, em alguns casos) de um aparelho dental era um obstáculo para muitos pacientes.
No entanto, a dia de hoje a ortodontia em adultos não só é muito mais aceita e seu uso mais difundido, mas que, graças às novas tecnologias, os tratamentos ortodônticos podem ser realizadas quase sem que os outros apenas observam. Estamos Nos referindo, é claro, às novas ortodoncias invisíveis, capazes de passar despercebidas para o nosso ambiente e que funcionam tão bem que os aparelhos tradicionais, como os suportes tradicionais.
O mais importante é sempre ir à consulta de um especialista, que irá estudar o nosso caso e nos informar sobre qual é a solução que mais convém-nos de acordo com nossas necessidades. Não hesite em consultar o seu dentista e não deixe de olhar um sorriso.