Faringoamigdalitis, uma infecção comum em crianças

Os pequenos costumam reclamar de desconforto na região da garganta e, por isso, há que visitar o médico para que ele examine e lhe dê o melhor tratamento em cada caso.
Neste artigo, vamos falar da faringoamigdalitis, de seus sintomas, das causas e do tratamento mais comum para poder acalmar a esta condição.
Sintomas da faringoamigdalitis
Quando falamos de faringoamigdalitis, estamos nos referindo a uma inflamação das amígdalas e a faringe. Trata-Se de uma condição muito comum em crianças e causa dor na região da garganta e frequente.
Trata-Se de uma doença que aparece por contágio e, portanto, é uma das mais frequentes nas consultas de pediatras. Pode ser que se spreading porque outra pessoa está infectada ou, também, porque a doença é transmitida pelo ar.
Alguns dos sintomas mais comuns são:
Aparecimento de febre
Congestão nasal
Mal-estar físico
Cansaço
Dor de cabeça
Dor de garganta
Dificuldade em engolir e respirar
Como se vê, a sintomatologia é muito semelhante a uma constipação ou uma gripe comum. Com a diferença de que o foco de dor costuma situar-se na zona da faringe.
Causas da faringoamigdalitis
Como já indicado, a causa mais comum da faringoamigdalitis é o contágio. Trata-Se de uma afecção que pode ser causada por vírus (mais de 80% dos casos são), mas também pode ser bacteriana.
Devido à situação de contato direto que vivem as crianças no seu dia-a-dia, a faringoamigdalitis é uma doença muito comum em pessoas de 5 a 15 anos. Porém, também pode aparecer em adultos (embora sua incidência é menor).

Como prevenir a faringoamigdalitis?
Para evitar que seu filho possa contrair esta infecção, é essencial que conheça alguns métodos preventivos. Tenha em conta que o principal motivo para o aparecimento desta doença é por contágio, por isso, deve extremar a higiene.
Dicas essenciais para evitar a faringoamigdalitis são:
Ensinar as crianças a que se lavem as mãos com frequência
Dar-lhes desinfectantes de mãos, para que vão limpiándose durante o dia
Não compartilhar utensílios como copos, talheres ou comida
Evitar o contato direto com pessoas que estejam doentes
Tratamento para curar a faringoamigdalitis
A faringoamigdalitis é uma condição que pode ser tratada seguindo a prescrição do pediatra. É essencial que você evite a automedicação e seguir as recomendações de um profissional de saúde.
De todas formas, o tratamento mais comum desta doença é geralmente a administração de penicilina por via oral. Este tratamento pode se prolongar por cerca de 10 dias para, assim, assegurar-se de que foi eliminado o vírus de forma completa.
Além disso, com este tratamento também se conseguem aliviar os sintomas mais incômodos da faringoamigdalitis como febre ou dor de garganta. Ao ingeri-lo, a criança evita que outra pessoa possa contrair com essa doença por debilitá-la ao máximo.
Você também pode optar por amoxicilina por via oral, no caso de sofrer de uma alergia à penicilina. De todos modos, o mais prudente é que seja o próprio pediatra que vos indique o tratamento a seguir.
Isso sim, deves evitar ao máximo o uso de antibióticos. O motivo é que quando a doença é viral, estes medicamentos não são apenas eficazes para lidar contra os vírus.