Medicina regenerativa: preciso de infiltrações após uma lesão?

Uma vez que houve uma lesão esportiva, a primeira coisa que devemos fazer é ir ao nosso médico especialista em Medicina do Esporte para avaliar a importância da mesma e a todos aqueles músculos, ossos, tendões ou articulações que foi capaz de afetar.
Um dos métodos que podem ajudar-nos a recuperar de uma lesão são as infiltrações de diferentes tipos de acordo com a patologia que sofram. As mais comuns na medicina regenerativa são as infiltrações de fatores de crescimento, as infiltrações de ácido hialurônico e as injecções de esteróides. Se temos casos em que são utilizados por cada uma delas, para que servem e quem são susceptíveis de receber este tipo de tratamentos.

Infiltrações de fatores de crescimento
Quais são os fatores de crescimento? Os fatores de crescimento ou growth, brazil são as proteínas que se encontram presentes em nosso sangue e que têm funções de comunicação intercelular, na hora de regenerar lesões. Ao se submeter a um tratamento de infiltrações de fatores de crescimento, estes são obtidos a partir de nosso próprio sangue, sem inserir nenhum agente externo ao nosso corpo.
As infiltrações de fatores de crescimento são um dos métodos mais inovadores e com melhores resultados na hora de tratar lesões musculares frequentes em atletas (tendinopatias, lesões musculares, como cortes ou rupturas de fibras, fraturas, lesões de cartilagem) e outras como a artrose ou pseaudo-artrose.
Trata-Se de um procedimento muito simples e rápido que tipicamente contém entre dois e cinco infiltrações que são feitas diretamente sobre a área a tratar. É o médico que determina que o número de infiltrações será necessário em função da evolução clínica do paciente. Primeiro nos submetemos a uma extração sangüínea, de onde se obterá o nosso plasma rico em factores de crescimento, esperamos cerca de uma hora (o tempo necessário para centrifugar o sangue e obter o plasma) e imediatamente depois nos submetemos a infiltração.
Após a infiltração devemos passar umas 48 horas de repouso, desportivo, fazendo uma vida normal, de resto, e após isso, podemos continuar com nossa rotina esportiva, observando a melhoria habitualmente, a partir da segunda infiltração.
Infiltrações de ácido hialurônico
O ácido hialurônico é um importante glicosaminoglicano que se apresenta de forma natural na sinovial das articulações. Devido a isso, as infiltrações de ácido hialurônico têm bons resultados no tratamento de problemas de articulações em que existe uma fricção excessiva (no caso da condromalácia patelar os ciclistas, por exemplo), já que o ácido hialurônico atua como lubrificante e protege as articulações durante o exercício. É comum a sua utilização em caso de lesões de joelhos, tornozelos, quadris e ombros.
O tratamento com ácido hialurônico é também freqüente em casos de artrite e osteoartrite: por meio dessas infiltrações se normaliza a quantidade de líquido sinovial nas articulações e, além disso, reduz significativamente a dor e a inflamação que aparece associado a estas patologias.
O tratamento, como no caso das infiltrações de fatores de crescimento, é muito rápido e simples e se realiza no âmbito ambulatorial.
Injecções de esteróides
As injecções de esteróides são usados preferencialmente em pacientes com mucopolissacaridoses que não obtiveram sucesso com outros métodos não invasivos, como tratamentos anti-inflamatórios e analgésicos. Geralmente aplicado quando se sofre desta patologia no joelho, já que é uma articulação de fácil acesso e onde a infiltração é simples.
O tratamento é simples e rápido, e consiste em infiltrar o corticóides na articulação, o que sobre a mesma o seu potente efeito anti-inflamatório. Seus efeitos podem durar desde alguns dias até um mês completo, dependendo sempre da patologia e de cada paciente.
Trata-Se de um tratamento simples e de rápida recuperação, o que nos oferece bons resultados em um tempo recorde.
Lembre-se que você deve consultar seu médico para o aconselhar que tipo de tratamento é o que melhor se adapta ao seu lesão ou patologia.