O preocupa gastronômico de Natal

O Natal é a época de excessos alimentares, em que comemos além da conta. Uma vez finalizada esta época, a partir deste blog de saúde, queremos refletir sobre a quantidade de bolos, polvorones, álcool e abuso de alimentos que fazemos neste período do ano: o preocupa gastronômico de Natal.

Com o Natal chega a típica e tópica fase em que nos deixamos levar, deixamos de cuidar da nossa dieta do ano, e acabamos atiborrándonos de comida, principalmente de doces: bolos, marzipan, polvorones, chocolates, … Mas também frutos do mar ou carnes são outros alimentos que fazem com que as digestões pesadas, propiciadas pelo excesso de comida, são a tônica dominante de Natal.
Ou seja, sofremos um verdadeiro preocupa gastronômico em Natal. Refeições pesadas, sem horários habituais, comemos a qualquer hora, sem limite ou controle e comemos qualquer coisa, nada de alimentos saudáveis. Como poderá compreender, o Natal é a rainha dos maus hábitos alimentares e acabamos, na grande maioria das vezes, por odiar a comida, sobretudo nos últimos dias, quando o rolo torcido há ato de lançamento e estamos empachados de tanto doce e de tanto comer.
Ressaca, azia, vômitos, dor de cabeça, gastrite, digestões pesadas, preocupa, … Natal, ao final, acaba por saturarnos. Há que procurar dietas saudáveis e não fazer excessos, já que, a longo prazo passa factura para o nosso organismo.