O que é a febre amarela?

A poucos dias de começar o Mundial de Futebol da África do sul, muito se está falando sobre a febre amarela. Como é de costume, o blog da saúde quer tentar ajudá-los a todos vocês a entender mais sobre esta doença que, de acordo com números oficiais da OMS, causa cerca de 30.000 mortes por ano.

A febre amarela é uma doença transmitida por mosquitos infectados, como o Aedes aegypti (também responsável da dengue), e que provoca anualmente cerca de 30.000 mortes por ano em todo o mundo, segundo dados publicados na página web da Organização Mundial de Saúde (OMS).
Esta doença afeta as pessoas que vivem em zonas tropicais da África e américa Latina, segundo informa o site oficial da OMS, que acrescenta que a vacinação é a medida preventiva mais importante contra a febre amarela.
Em relação ao tema da vacina, e como já se fez referência neste blog de saúde, é válido mencionar a resolução sanitária imposta pelas autoridades da África do sul no âmbito do iminente início do Mundial de Futebol no país.
O turista deverá apresentar um certificado de vacinação contra a febre amarela ao chegar à África do sul, informa o site da OMS África, que acrescenta que não cumprir este requisito se lhe pode negar a entrada no país. O mesmo deve comprovar que foi vacinado no mínimo 10 dias antes de empreender esta viagem para terras africanas, publicou o site.
É importante esclarecer que essa vacinação é obrigatória para aquelas pessoas que viajam de áreas afetadas pela febre amarela, quer residam lá ou que tenham estado em trânsito por essas áreas, informou o site da OMS África.
De acordo com o site do Ministério da Saúde do Chile, esta vacina está contra-indicado em mulheres grávidas, crianças menores de 1 ano, maiores de 60 anos e em pessoas que sofrem de algum tipo de patologia inmunodepresiva.
Nota: É recomendável e importante consultar um médico para saber o que a vacinação é necessária no seu caso específico e que outras recomendações médicas devem ser tomadas antes de viajar. Também é aconselhável comunicar-se com o Ministério de Relações Exteriores de seu país para saber quais são os requisitos necessários para se mudar para a África do sul.