Oito dicas para evitar o envelhecimento prematuro da pele

O envelhecimento da pele é um processo biológico e natural. Seus sinais começam a notar-se em torno dos 40 anos com o desenvolvimento de pequenas rugas que, pouco a pouco, se vão tornando mais visíveis com o passar do tempo. Estes sinais de idade são consequência da diminuição hormonal que afeta as células da pele e a produção de colágeno e elastina.
Embora o processo de envelhecimento da pele é inevitável, existe um tipo de envelhecimento que pode ser evitado ou aminorarse: o que se produz de forma prematura por causa dos maus hábitos de vida e outros fatores externos que prejudicam a nossa pele.
Para reduzir o risco, podemos seguir algumas recomendações:
Alimentação saudável e equilibrada
A pele, como qualquer outro órgão do nosso corpo, necessita de uma boa nutrição para gozar de boa saúde e evitar a oxidação causada pelos radicais livres do ambiente. Para proporcionar-lhe compostos antioxidantes, vitaminas, minerais e outros nutrientes que participam de sua restauração, a dieta deve ser baseada em alimentos de alta qualidade, como frutas, verduras, legumes, carnes magras, frutos secos e ácidos graxos ômega 3.
Uma alimentação saudável e equilibrada que inclua esses alimentos, juntamente com outros com propriedades igualmente benéficas, será de grande ajuda para manter a pele e o cabelo em excelentes condições de saúde.
Pelo contrário, o excesso de comida rica em gordura e pobre de nutrientes, não lhe dão a nossa pele e ao nosso organismo nenhum benefício.
Dormir bem
Descansar adequadamente é fundamental para manter uma pele saudável. Durante as horas de sono que o organismo produz várias substâncias que favorecem a regeneração celular necessária para manter a pele jovem e em bom estado.
Para ter um descanso restaurador é necessário dormir pelo menos 8 horas diárias e sem interrupções. Quando não descansamos o suficiente, você corre o risco de provocar um rápido avanço no processo de envelhecimento da pele e de desenvolver sinais inestética como as olheiras e as bolsas.

Hidratar a pele
Ter a pele hidratada é essencial para manter o seu bom aspecto. Beber água ajuda a eliminar toxinas e manter a pele saudável. A água ingerida mantém a pele hidratada e age como um hidratante, mas de dentro para fora.
A quantidade exata que os especialistas sugerem varia. Como regra geral, recomenda-se beber cerca de dois litros de água por dia, e ainda mais em lugares com climas muito quentes, para compensar a transpiração.
Também podemos hidratar a pele ingerir frutas e verduras, especialmente as que têm um alto conteúdo em licopenos e beta-caroteno, como o tomate vermelho, melancia ou as cenouras. Este tipo de alimentos que ajudam a preparar a nossa pele contra o sol.
Proteger a pele do sol
O sol é bom para a saúde e traz muitos benefícios físicos e emocionais, como ativar a circulação, fortalecimento dos ossos, reforçar o sistema imunológico, equilibrar o sistema nervoso, melhora o humor, combate a depressão, etc.
No entanto, os raios UV do sol são a principal causa do fotoenvelhecimento ou envelhecimento precoce da pele pelo efeito dos raios ultravioletas solares. A luz ultravioleta também causa muitas de suas afecções cutâneas já que danifica as fibras de colágeno e causam uma produção excessiva de fibras de elastina anormais. O mecanismo de defesa da pele tenta compensar esses efeitos, com a formação de fibras denominadas “cicatrizes solares”, que geram rugas e depressões cutâneas.
Por isso, quando se expor a pele ao sol, é imprescindível protegê-lo com produtos de proteção solar, assim como, a utilização de chapéus, bonés, óculos de sol e roupas leves e arejadas, que nos permitam cobrir as zonas mais sensíveis.

Assim também devemos evitar os danos que causa o sol nas camadas superficiais e profundas da pele, que nem sempre são visíveis de imediato, mas acabam por se manifestar com o tempo. Além disso, está demonstrado que também influencia no risco de melanoma e outros tipos de câncer de pele.

Não fumar
Está comprovado que a pele dos fumantes envelhece mais rápido em comparação com a das pessoas que levam um estilo de vida saudável. O fumo do tabaco seca a pele e fumar reduz a quantidade de fluxo sanguíneo que chega a esta, privándola de oxigênio e outros nutrientes essenciais e provocando a sua desidratação.
Além disso, os tóxicos do cigarro afetam cada uma das células de nosso organismo. O resultado é um corpo mais doente e uma pele visivelmente mais enrugada, com manchas e outros problemas de pele que mais degradam a sua aparência. A pele da mulher, em particular, é mais sensível do que a dos homens os efeitos nocivos do consumo de tabaco, já que é mais delicada.
Alguns dos efeitos nocivos do tabagismo na pele, o sistema ósseo ou a boca são:
Rugas marcadas em torno de lábios e olhos, como consequência da contração dos lábios ao fumar e o ato de entrecerrar os olhos para evitar a fumaça.
Um aspecto facial abatido, com a proeminência dos ossos.
Aspecto esbranquiçado da pele.
Aparecimento de manchas de cor púrpura ou amarelo.
Por tudo isso, deixar de fumar é indispensável se queremos ter uma pele bonita por mais tempo.
Praticar exercício de forma regular
Além de ajudar a manter a forma, o exercício físico ajuda a regenerar a pele e a mantê-la em perfeitas condições durante mais tempo.
Quando fazemos desporto, o organismo elimina as substâncias tóxicas que prejudicam a pele e influenciam o desenvolvimento inicial do envelhecimento. Além disso, é a melhor forma de prevenir a flacidez, outro dos fatores que nos tornam mais propensos ao aparecimento das indesejadas rugas.

Manter um bom estado de ânimo
A felicidade está diretamente relacionada com a saúde da pele. Quando vivemos de mau humor e nosso rosto mostra constantemente raiva ou amargura, estes gestos faciais acabam por deixar a sua marca em forma de inestéticas rugas.
Pelo contrário, quando nos mostramos alegres, sorridentes e joviales é mais fácil prevenir o envelhecimento prematuro.
O estresse é uma das principais causas do envelhecimento precoce da pele. Os efeitos mais visíveis do estresse no nosso organismo são a queda de cabelo, aparecimento de rugas e outros sinais associados ao envelhecimento.
Cuidados estéticos
Por último, é bom cuidar da pele com regularidade sujeitando-a a tratamentos de beleza para garantir uma pele limpa e livre de impurezas e imperfeições. Desta forma, nós iremos retribuir a manter a sua saúde e melhorar significativamente a sua aparência externa.
Os produtos de uso externo, nutrem a pele e estimulam a sua reparação celular, tudo o que diminui e previne o aparecimento de rugas e manchas. Também são adequados para eliminar as células mortas, tonificar e proporcionar uma hidratação profunda para manter a firmeza da pele.

Prevenir o envelhecimento da pele é muito mais eficaz do que corrigi-lo. Por isso, em vez de esperar que apareçam, o melhor é começar a agir o quanto antes para evitar os efeitos nocivos dos fatores que o desenvolvem.