Os desenhos para colorir são o novo Yoga

Se haveis passado por alguma livraria ultimamente seguro que vos tem chamado a atenção a quantidade de livros com desenhos para colorir para adultos que há. E não deve extrañaros nada porque colorir está na moda: é uma nova forma de relaxar em frente ao stress diário, ao mesmo tempo que damos asas à nossa criatividade e imaginação. Colorir é o novo Yoga para a mente.
Por que colorir é tão relaxante?
Para relaxar no final de um dia duro de trabalho, alguns saem a correr, outros praticam yoga, outros preferem deleitar-se com um bom livro… e muitos, muitos colorem. Mas por que colorir é benéfico? Os especialistas acreditam que, por um lado, é uma atividade mecânica, o que nos permite ajustar o foco de atenção em uma tarefa relaxante, longe de toda fonte de estresse-a-dia (não há que pensar nem raciocinar nada: simplesmente preenche os espaços com cores), e, por outro, promove a criatividade e o pensamento construtivo, na medida em que se trata de criações pessoais e diferentes umas das outras. E funciona não só em adultos, mas também em crianças.
Além disso, colorir é uma atividade manual que nos mantém afastados por alguns minutos (ou algumas horas) do mundo virtual em que vivemos. Trabalhamos com computadores, escrevemos mensagens com nossos celulares, nos comunicamos com o teclado, etc., e parece que pouco a pouco deixamos de lado todas essas atividades manuais que fazíamos antes. Retomar o contato com o papel e o lápis nos ajuda a reconectar com nós mesmos.
Colorir é uma atividade livre, e é-o ainda mais com o tipo de livros que estão tendo mais sucesso: desenhos de mandalas, outros figurativos, mas dividindo as figuras em diferentes partes sem ter que responder, necessariamente, a fidelidade com o original, ou desenhos abstratos que podem representar o que nós queremos. Não existem regras na hora de colorir, além de seguir as linhas: você pode usar as cores que quiser, ninguém te dizer se está bem ou se está mal.
O que é o Zentangle?

Outra das atividades relacionadas com o trabalho manual que está ganhando adeptos, pouco a pouco, e quebrando os moldes é o Zentangle ou desenho de padrões. O Zentangle é uma técnica de relaxamento baseado no desenho livre, que nos ajuda a relaxar (ao igual que o colorir, torna-se uma ação mecânica) e promove a criatividade.
Para praticá-lo, só precisamos de um pedaço de papel, de preferência quadrado, mas também pode ser retangular, e marcadores pretos com pontas de diferente espessura. A idéia é cobrir nossa folha com diferentes formas de modo que a página fique totalmente cheia, e depois as preencher com diferentes padrões para o nosso gosto. Podemos começar com formas mais grandes no centro da folha para depois ir colocando as mais pequenas às margens da página.
No Zentangle não há regras: tudo depende de nossa imaginação. Podemos preencher as diferentes formas com padrões de linhas paralelas, cruzadas, onduladas, com círculos preenchimentos de cor ou brancos, com espirais, pontos… Tudo é possível na medida em que você acredite possível. Além disso, você também pode optar por fazer um desenho figurativo (de um animal, por exemplo) e preenchê-lo com diferentes padrões.
Uma forma interessante de se conectar com seus amigos ou com sua família é a realização de um zentangle colaborativo: você pode começá-lo, tu e deixar que siga outra pessoa. Quando estiver terminado, você terá um design único, inimitável e autêntico que pode se tornar a vossa própria “obra de arte” e decorar as paredes de casa ou do escritório.
Os benefícios do desenho no nosso dia-a-dia
Colorir ou desenhar padrões é um exercício de imaginação e criatividade, algo muito procurado hoje em dia, especialmente desde que nós dependemos da tecnologia para realizar a maioria de nossas tarefas diárias. Fazer essa espécie de “desconexão tecnológica” durante alguns minutos por dia pode beneficiar a hora de centrar a atenção em atividades que conectam a nossa mente com tarefas plásticas, desenvolvendo criações realizadas com as nossas próprias mãos. Este tipo de actividades facilitam a dedicar um pequeno espaço de tempo do nosso dia-a-dia para nós mesmos: se colocamos nosso livro para colorir ou o nosso catálogo com marcadores perto do sofá, podemos relaxar um pouco quando chegamos em casa do trabalho.