Quando você tem que começar a ir ao ginecologista?

Conforme indicado pela Sociedade Espanhola de Ginecologia e Obstetrícia, muitas mulheres pensam que não precisam recorrer ao que não tenham filhos ou não apresentem algum problema ginecológico. Ainda assim, é aconselhável citar-se com um especialista para que ele tire suas dúvidas sobre o ciclo menstrual, o desenvolvimento, a higiene íntima, o risco de infecções de transmissão sexual e contracepção, entre outras questões.
Quais são os medos antes de ir ao ginecologista?
Em linhas gerais, o que mais preocupa os jovens na hora de decidir ir ao ginecologista é o tipo de exploração que se vai realizar. Se você se encontra entre este grupo de jovens com pudor ou dúvidas, você tem que estar tranquila e ficar nas mãos de bons profissionais, que se devem explicar todo o processo e ajudarão você a resolver as suas dúvidas.

Como pode me ajudar o ginecologista?
O ginecologista irá ajudá-lo a:
Conhecer seu corpo e dar-lhe diretrizes para cuidar dele.
Explicar o que é normal ou anormal no ciclo menstrual. Se há alguma variação, deve consultar.
Detectar qualquer problema o mais rápido possível. Isso fará com que se precisa de todo o cuidado ter com a maior brevidade.
Saber como é o corrimento vaginal normal.
Informar-se sobre as infecções de transmissão sexual.
Conhecer os diferentes métodos de contracepção.
Resolver qualquer dúvida que considerares.

Quais são os problemas pode resolver o ginecologista?
A consulta ao ginecologista tem três finalidades principais:
Obter informações de forma precisa, adequada e comprovada sobre qualquer questão relativa à sexualidade, o funcionamento do aparelho genital feminino, a gravidez e as mudanças hormonais.
Prevenir ou detectar precocemente as infecções de transmissão sexual.
Realizar uma revisão e resolver os problemas de saúde ginecológica, como são períodos com dor (dismenorreia), irregularidades no ciclo menstrual ou qualquer tipo de alteração.
O que deve ficar claro é que o ginecologista é o especialista adequado para resolver suas dúvidas, fazer suas revisões anuais, que são necessárias para uma boa saúde ginecológica, e detectar precocemente qualquer alteração.
Na hora de procurar um especialista, lembre-se que você deve fazer a escolha, tendo em conta um conceito-chave, sentir-se confortável e seguro, e ter confiança nele, já que irá acompanhá-la em seu desenvolvimento como mulher e te esclarecerá todas as suas dúvidas.
Sua saúde íntima também é importante.