Razões para levar ortodontia sendo adulto

É um processo mais lento devido a que, muitas vezes, falta alguma peça dental, ou são bocas que já foram submetidas a diferentes tratamentos de reconstrução dentária, o que dificulta um pouco esta terapia. Em média, um adulto, deve permanecer com este tratamento de 18 meses a três anos. Mas o tempo de tratamento pode variar de acordo com o paciente e a dificuldade do caso. E, tal como acontece com as crianças, terão que usar um retentor depois que lhes removam os corretores dentais ou brackets, para que mantenham os resultados alcançados.
Por isso, é essencial que, antes de se realizar um tratamento de ortodontia, dirija-se à revisão com o seu dentista geral. Quem irá aconselhá-lo sobre todos os tratamentos que você terá que fazer para que a boca fique preparado para a ortodontia.

A maioria dos adultos que se submetem a estas terapias é por uma questão estritamente estética, mas, se é verdade que muitos não se decidem pelo desconforto de carregar alguns dispositivos metálicos ou brackets à vista de todo o mundo. Por esse motivo é usada, em muitas ocasiões, o que se conhece como ortodontia invisível, que não são mais do que moldeiras transparentes, que podem passar despercebidas para os outros. Este tipo de dispositivos, inclusive, podem retirar-se quando se quer, por exemplo, para um evento social. Embora o ideal, para que o tratamento ortodôntico seja eficaz, é levá-lo o maior tempo possível, na boca.
Por que se submeter a um tratamento deste tipo?
Muitas vezes, os adultos nos colocamos a idéia equivocada de que já chegamos tarde para se submeter a um tratamento deste tipo. No entanto, nunca é tarde para tentar ter uma dentição saudável e bem colocada, que permita levar a cabo o funcionamento da boca e dos dentes de forma fisiologicamente correta.
Assim, há muitos adultos com dentes mal alinhados, com problemas de maloclusión dental, que pode causar um desgaste anormal em algumas peças dentárias, assim como problemas de mandíbula. Este problema tem várias causas, mas a mais comum é a hereditária, pode ser originada pela saída ou erupção cutânea quando somos pequenos, em má posição dos incisivos superiores que saem mais para trás ou os inferiores mais para a frente, o que provoca uma mordida cruzada anterior. Este problema, em adultos, pode-se corrigir com brackets ou diferentes aparelhos e usando elásticos para levar os dentes inferiores para trás, e os superiores para frente. No entanto, há que recorrer a cirurgia através da qual serão colocados os ossos já que o paciente já não está em fase de crescimento, para poder modificá-los, posteriormente, se combinará com a ortodontia, com o qual se poderá deixar a oclusão estável e tudo alinhado.
De todas formas, sim, é muito importante para se submeter a um tratamento deste tipo, devemos ter uma dentição e umas gengivas saudáveis, por isso antes, devemos recorrer a um dentista para descartar qualquer problema em nossa boca.
Como posso saber se preciso de um tratamento ortodôntico?
Consulte o seu dentista e levá-lo a cabo uma exploração de sua boca. De acordo com o caso referese a um ortodontista é um dentista especializado no diagnóstico, prevenção e tratamento das deformidades dentárias e da boca.
Além disso, lembre-se que o estar em acompanhamento e tratamento com o ortodontista não nos isenta de seguir com os controles dentais regulares com o dentista.