Sintomas de nódulos na garganta

Que problemas geram os nódulos na garganta
Quando falamos de nódulos na garganta nos referimos a algumas protuberâncias benignas que crescem nas cordas vocais, que jamais podem se desenvolver em câncer, são causadas por um uso abusivo ou forçado da voz. Se não falamos com êxito, grita demais ou forçamos nossa voz, de forma repetitiva, com o passar do tempo, as nossas cordas vocais irão inflamando até formar um tecido macio nelas. Com o tempo, estes tecidos se endurecem e se tornam essas calosidades que chamamos de nódulos. Se não tratados, estes nódulos irão crescendo dificultando cada vez mais o uso da voz, por isso mesmo, é importante saber quais são seus sintomas para detectá-los o mais rápido possível e evitar que piore.

Frequentemente, já que os sintomas são muito parecidos e a origem costuma ser o mesmo, os nódulos são confundidos com os pólipos. Realmente, trata-se de dois tipos de lesões que não deve ser tomadas por sinônimos. Da mesma forma que os nódulos, pólipos, que são também conhecidos como edemas de Rinke, são gerados por um mau uso da voz, mas, à diferença dos nódulos, que são visualmente, a extrusão ou inflamação provocada pelo pólipo é semelhante a uma bolha.

Quando emitimos sons, as nossas cordas vocais vão colidir entre si para poder vibrar e produzir o som. No entanto, se esse choque é demasiado violento, suas bordas estão inflamándose até que se formem os calos que chamamos de nódulos. Entre as causas mais comuns de nódulos na garganta encontramos:

Falar demais.
Gritar.
Imitar vozes que não são próprias.
Cantar com uma técnica inadequada.
Cantar em um registro que não pertence.
Carraspear.
Sofrer de tosse crônica.

Além disso, existem certos fatores que condicionam e favorecem o aparecimento de nódulos:

Tabagismo
Exposição a substâncias irritantes como gases ou produtos químicos
Sofrer de refluxo gastroesofágico
Ser alérgico
Ser profissional da voz: professores, cantores, locutores, e assim por diante.
Umidade excessiva
Qualidade do ar insuficiente
Certos tipos de surdez
Sintomas de nódulos na garganta
Veja abaixo quais são os principais sintomas de nódulos nas cordas vocais:

Voz rouca
Voz cortada
Voz áspera ou aveludada
Sensação de ter um corpo estranho na garganta
Dor no pescoço
Perda de tom na voz
Sensação de cansaço
Rouquidão contínua
Faringe e laringe seca
Tosse
Músculos do pescoço esticados
Voz fatigada

Além disso, há que ter em conta que o ar passa diferente nas cordas, o que faz com que a voz saia muito mais arejada e menos pura. Isso provoca diferentes graus de rouquidão e se manifesta na ruptura dos tons. Além disso, outro importante sintoma é que se administra mal o ar que se sopra, fazendo com que às vezes a pessoa não tenha ar suficiente para chegar ao fim da frase.

Outro sintoma que é muito comum, por exemplo, professores, é que, durante as primeiras horas do dia, a voz saia sem problemas, mas nas horas finais tem que começar a forçar os músculos para que esta saia limpa e aparece a rouquidão. Também é comum os casos em que essa deterioração se dá ao longo da semana.

Diagnóstico de nódulos no pescoço
Até que não se aprecia claramente uma rouquidão permanente, por mais de 3 semanas, a gente não costuma visitar o médico. Isso é um problema, pois o ideal é visitá-lo nada mais sentem os primeiros sintomas, de modo que você possa iniciar o tratamento o mais rápido possível. Uma vez na consulta, o profissional irá realizar as seguintes provas para poder avaliar que tipo de lesão sofre o paciente:

Avaliação da voz que inclua tom, timbre, volume e capacidade para manter a sua produção.
Endoscopia ou laringoscopia com que poder observar o movimento e a estrutura das cordas vocais. Com este método, você pode identificar claramente se existem nódulos, pólipos ou algum tipo de lesão nas cordas vocais.

Nódulos garganta: remédios
Se foi detectado a presença de nódulos na garganta em seus estágios iniciais, quando ainda são macios e não se tornaram calosidades, bastará com remédios à base de anti-inflamatórios e repouso absoluto de a voz durante alguns dias. Os remédios naturais para pólipo na garganta, que te explicamos neste artigo também podem servir para os nódulos.

Posteriormente será necessário que passe por um período de reabilitação fónica, em que tens de fazer certos exercícios foniátricos que restabeleçam a função de suas cordas vocais de maneira que prevengas que voltem a aparecer. Este tratamento de reeducação da voz deve ser dirigido por um especialista em fala e linguagem. Desta forma, você poderá eliminar os abusos da voz que fazia anteriormente e que te levaram a desenvolver nódulos.
Nódulos de cordas vocais: operação
Mas se você não chegou a diagnosticarlos a tempo e os nódulos são muito grandes ou sólidos, é possível que o único tratamento que tens disponível seja a operação cirúrgica. Esta intervenção consiste na excisão do nódulo com uma técnica muito semelhante à endoscopia digestiva. A operação é feita sob anestesia geral e não costuma durar mais de 20 minutos.

Geralmente não há dor nem complicação no pós-cirúrgico, de fato, no dia seguinte você já pode fazer a sua vida habitual, exceto em alguns casos, quando se recomenda não falar durante alguns dias.
Este artigo é meramente informativo, em MedicamentosClub não temos autoridade para prescrever qualquer tratamento médico, nem fazer qualquer tipo de diagnóstico. Nós convidamos você a ir a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de doença ou mal-estar.
Se você deseja ler mais artigos parecidos a Sintomas de nódulos na garganta, recomendamos que entre na nossa categoria de Saúde da Família.