Sintomas de pólipos no cólon

Você também pode gostar: Como tratar os pólipos no cólon
Passos a seguir:
1

Na maioria dos casos, os pólipos não causam sintomas, não obstante alguns sinais que podem alertar esta anomalia é o aparecimento de sangue nas fezes. Sangramento, secreção de muco, alteração funcional do intestino ou, em casos isolados, dor abdominal, podem ser outros sintomas.

Mas repetimos, em geral os pólipos são assintomáticos e esses só são descobertos depois de um exame médico. Um dos testes mais comuns é uma revisão de fezes, trata-se de detectar restos microscópicos nelas. Este teste não é conclusivo, pois pode dar negativo, mas não se descarta a presença de pólipos.
2

Existem provas mais específicas e concisas que se baseiam em observar de forma direta o interior do cólon.

Por sigmoidoscopia rígida: Permite o exame dos primeiros centímetros inferiores do intestino grosso.
Sigmoidoscpoia flexível: Examina a parte inferior do cólon.
Colonoscopia: Graças ao instrumental utilizado pode inspecionar todo o cólon. Para realizar esta prova é necessário preparar o intestino com uma limpeza exaustiva este que se realiza através de lavativas e um dia antes da prova em jejum. Com freqüência é usado a sedação do paciente para poder trabalhar mais em profundidade e graças a esta prova já se podem eliminar muitos desses pólipos. Repetir este teste vai depender da decisão do seu médico, que fará levando em conta fatores como o número e tamanho dos pólipos encontrados e eliminados, o tecido que os conformava e a qualidade da limpeza do intestino antes da prova.
Radiografia de enema de bário: É um exame menos invasivo, já que se realiza através de uma radiografia específica em que se aplica uma solução de bário para revestir o cólon.

3

O pólipo hiperplásico e o adenoma são os pólipos mais comuns que podemos encontrar. O primeiro deles, ao não apresentar nenhum risco cancerígeno, se lhe resta alguma importância, o adenoma, no entanto, acredita-se que é o que dá origem a grande maioria dos cancros na área do cólon, se bem é certo que, em um percentual muito elevado não se transformam em tumores malignos. Uma observação do tecido através do microscópio nos dará o resultado a que grupo pertence cada pólipo.

4

Ele segue o conselho de retirar os pólipos porque não existe um método 100% seguro de descobrir se um pólipo se voltará ou não maligno. Quase todos estes pólipos podem-se extrair cortando-os com um laço de fio electrometálico ou através de corrente elétrica. Para os maiores, é necessária uma extração total que, em alguns casos, deve ser realizada, por questão de tamanho e área de localização, através de cirurgia.

Neste artigo de MedicamentosClub explicamos o tratamento de pólipos no cólon para que tenha uma maior informação sobre o tema.
5

As chances de que ele volte a aparecer um pólipo que foi removido completamente são muito pequenas, embora os fatores que causaram continuam presentes. É por isso que cerca de 30% das pessoas que desenvolveram pólipos voltam a apresentá-los algum tempo depois.
Este artigo é meramente informativo, em MedicamentosClub não temos autoridade para prescrever qualquer tratamento médico, nem fazer qualquer tipo de diagnóstico. Nós convidamos você a ir a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de doença ou mal-estar.
Se você deseja ler mais artigos parecidos a Sintomas de pólipos no cólon, recomendamos que entre na nossa categoria de Doenças e efeitos colaterais.