Sintomas do desgaste de quadril

Você também pode gostar: Como lidar com o desgaste da patela do joelho
Passos a seguir:
1

As causas de terem sofrido desgaste da anca, como já adiantado, podem ser várias, entre elas:

Causas traumáticas: decorrentes de lesões ou doença mal curada na área. As luxações podem ser uma causa que resultem em desgaste de quadril.
Causas de origem vascular: uma insuficiência vascular pode resultar em artrite, e, neste caso, afectar a área do quadril.
Desequilíbrio no nosso esqueleto: isso é algo que ocorre com freqüência em muitas pessoas, já que não somos 100% simétricos, o comprimento dos membros inferiores pode ser desigual, originando esse desgaste de quadril que temos de encontrar uma solução.
Fatores congênitos: o nascimento de uma criança pode acompanhá-lo até um problema de nascimento, como um distúrbio no crescimento ou displasia da anca que acabará criando uma artrose de quadril.
2

O primeiro sintoma que vamos a sentir o desgaste do quadril é o mais óbvio e precede a todo problema artrítica, e é a dor. Mas não venhamos a sentir uma dor na própria quadril, mas que este se concentra na região inguinal. De fato, pode-se estender para a parte anterior da coxa, chegando até o joelho e a nádega.

Deste modo, não podemos determinar com exactidão que tenhamos um problema de desgaste no quadril, mas se a sua dor irradia para todas essas áreas, é muito possível que se trate, efetivamente, de uma artrose do quadril. Se o que te dói é somente o quadril, provavelmente se deva a um problema muscular mais do que de desgaste. Lembre-se que o foco da dor aparece na virilha.

3

Outro sintoma característico é sentir estalos na área do quadril. Podemos senti-los com o movimento ao caminhar e mesmo ao sentar e cruzar as pernas. São estalos incômodos e dolorosos que só cessam quando deixamos de nos movermos. Além dos estalos, uma sensação de queimação na região da virilha eles estão nos dizendo que em nossa quadril acontece alguma coisa, muito provavelmente, uma artrose.

4

A fraqueza é outro sintoma decorrente do desgaste de quadril, e é que, segundo esta avança, nos impossibilita o movimento, como antes, por que tudo nos custa mais esforço. Os passeios acabam com a dor e custa-nos muito trabalho de caminhar ou subir escadas, carregar peso ou fazer desporto. Notaremos da área carregada, como se estivesse muito debilitada, mesmo durante as noites, com apenas girarnos ou mover-se na cama, sentiremos estes estalos acompanhados de dor. Só quando cessa o movimento, desaparece. Esse sintoma vai crescendo de acordo com o desgaste é maior, que é com o passar do tempo, se não colocamos remédio.
5

Como todo problema de saúde, este pode impedir se levamos a cabo certos cuidados com a alimentação e hábitos de vida saudáveis. Terá de se adaptar à nova situação, já que de momento não existe cura para esta doença. Vos damos algumas recomendações para evitar o desgaste de quadril, tão comum em mulheres, e ao alcançar a idade madura:

Cuide do seu peso e mantenha-se o mais adequado para si.
Realiza atividade física diária, como caminhar, correr ou nadar para mover os quadris.
Beba pelo menos dois litros de água diários. Uma boa hidratação beneficiará de forma eficaz as nossas articulações e cartilagens.
Leva gelatina para restaurar a cartilagem, já que o osso não se regenera.
Introduza na sua dieta mais doses de vitamina A, C e D, que ajuda a sintetizar o colágeno.
Você pode tomar suplementos de magnésio, muito benéfico para as nossas articulações.
Um suplemento vitamínico como o sulfato de glucosamina é muito apropriado para o desgaste do quadril. Consulte o seu médico sobre os benefícios deste e se o seu consumo é apropriado para ti.
Este artigo é meramente informativo, em MedicamentosClub não temos autoridade para prescrever qualquer tratamento médico, nem fazer qualquer tipo de diagnóstico. Nós convidamos você a ir a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de doença ou mal-estar.
Se você deseja ler mais artigos parecidos a Sintomas do desgaste de quadril, recomendamos que entre na nossa categoria de Doenças e efeitos colaterais.