Stress: a epidemia do século XXI

São muitas as vezes que temos comentado em coisas de saúde, um dos problemas mais importantes que temos na atualidade, como é o estresse. Pois bem, neste caso, vamos ir um pouco mais fundo e vamos tratar o tema do stress: a epidemia do século XXI.
Vivemos a todo o gás, não paramos nem um minuto, apenas temos tempo para comer, sempre correndo para todos os lados, o trabalho, os estudos, as responsabilidades, tanta pressa, tanta pressa, tanta pressa…você já parou para pensar por um minuto, quando leites vivemos, eu estou com medo de viver de verdade, acho que me compreendeis.
O maravilhoso século XXI em que estamos imersos, é o século do estresse. De acordo com uma pesquisa da OCU (organização de Consumidores e Usuários), 84% da população portuguesa tem sofrido alguma vez em sua vida sem stress. Me parece uma autêntica passada. O que provoca esta situação de stress são os problemas de trabalho (66%) e familiares (para o 5o%).
Os principais sintomas do estresse são: sensação de fadiga física, fadiga hortelã, contrações ou tensão muscular, distúrbios da personalidade e do humor e distúrbios do sono. Certeza que alguma vez já teve alguma destas.
Para reduzir o estresse é fundamental localizar o problema. Além disso, você deve cuidar da alimentação, fazer alguma atividade física, aprender a expressar as emoções, também é muito necessário dormir bem, para estar descansado e levar o dia em condições. No caso de se sentir com muita pressão e ansiedade, o melhor é que acudas um especialista.
O estresse também está relacionada com outras doenças, como pressão arterial alta, doenças do coração, úlceras ou o sistema imunológico.
Personalmemte recomendo relaxar, pesquisar 10 minutos por dia para dedicárselos a si mesmo, para fazer algo que você realmente gosta. Não correr para pegar o ônibus ou o metrô, não correr com o carro, porque nós vamos chegar. Pensa que mais vale tarde do que nunca, além disso, a ir mais rápido e com pressa, é o que nos gera aquela ansiedade, é o que nos produz o estresse. Você tem que relaxar, ir mais tranquilo para a vida, de verdade. Vai ser muito melhor para você. Quanto à preocupação que se gera esse estresse, acha que por muito gordo que seja o problema, a certeza de que tem solução e, com certeza, tem um aspecto positivo, por mínimo que seja.