Tudo sobre Mindfulness para crianças

O mundo em que vivemos tem um ritmo frenético, ao menos nas grandes cidades. Cada vez fazemos mais coisas, mas o tempo que temos ainda é o mesmo. As crianças também não escapam a isso. Escola, deveres, provas, atividades extra curriculares, festas de aniversário… São muitas as razões que podem levar os mais pequenos como para os adultos, a um excesso de agitação mental, nervosismo, dispersão ou até mesmo a sofrer de estresse, o que, mantido, dia após dia, pode acarretar sérias conseqüências para a saúde.
Com o objectivo de responder a estes estados tão pouco recomendáveis, o mindfulness pode ser muito útil. Esta atitude de “atenção plena” consiste em se concentrar no momento presente, no aqui e agora, com curiosidade, sem exercer julgamentos nem nenhum tipo de classificação.
No caso dos mais pequenos, os seus benefícios são associadas a uma melhora da concentração e, consequentemente, do desempenho acadêmico, uma diminuição do estresse, a agitação ou do mal-estar, o desenvolvimento da inteligência emocional e o fortalecimento da interioridade.
O mindfulness, cuja prática chegou ao Ocidente da mão de Jon Kabat-Zinn, médico e doutor em Biologia Molecular pelo prestigiado MIT (Massachusetts Institute of Technology) e hoje professor da Universidade de Massachusetts, é uma ferramenta muito simples para se conectar com a nossa respiração e o nosso corpo, e tomar distância de nossos pensamentos e emoções. Esta atenção plena deve começar em si mesmo e a meditação constitui a principal ferramenta. Também está ao alcance de crianças, se introduz como um jogo e se lhes ensina a sua dinâmica.

Técnicas Mindfulness para crianças
Paloma Sainz Vara de Rei, autora de Mindfulness para crianças (Zenith, 2015), propõe-se um percurso por alguns dos aspectos fundamentais do mindfulness e as atividades que podem ser realizadas com os menores para introduzi-los na prática:
– Respiração. Nos âncora no aqui e agora. Uma respiração profunda pode nos devolver a calma e fazer-nos sentir bem em qualquer momento.
O que fazer com as crianças: construa um barco de papel. Coloque-o sobre a sua barriga, deitado de barriga para cima. Inspira e faz uma grande onda a partir do seu intestino para o peito. Este jogo ajuda as crianças a descobrir que só com uma respiração profunda, seu corpo e sua mente relaxar.

– Consciência corporal. Devemos aprender a ouvir nosso corpo, pois muitas vezes estamos absortos em nossos pensamentos e esquecemos de que o estômago, as pernas e o peito estão nos dizendo.
O que fazer com as crianças: nós Podemos dançar como nos apeteça ou sentir nesse momento. A dança é uma das melhores formas de se conectar com o nosso corpo e nos expressar.
– Descobrir a beleza em cada instante. Não só está em a natureza, que engloba todas as formas e cores possíveis.
O que fazer com as crianças: fazer com que as crianças parem e vejam com atenção uma flor proporcionará momentos de atenção plena. Você também pode fazer uma lista de palavras mágicas, que só com o ouvir-vos fazem sentir bem, e depois compartilhá-las com os outros.
– Tempo para ligar. Dedicar um tempo a cada dia para estar em solidão, com nós mesmos, aqui e agora, para ver como nos sentimos e poder agir serenamente, sem automatismos.
O que fazer com as crianças: uma vez na cama, dedicar alguns minutos para estar em calma e dar graças pelo dia que tivemos. Nós Podemos fazer até umas respirações, umas ondas, juntos, e criar uma frase ou música que recitamos cada noite como se fosse um mantra.