Uma Úlcera de estômago, tratamento

As úlceras de estômago ou úlceras gástricas são lesões da mucosa que revestem o estômago, que se dão mayormanete em pessoas com mais de 50 anos, com uma prevalência maior em homens do que em mulheres, pode-se considerar que é uma doença crônica de caráter recorrente, já que aparece e desaparece em diferentes estágios.

Às vezes não apresenta nenhum sintoma, mas outras vezes, cursa com azia, vómitos, má digestão, perda de peso, dor após as refeições, até mesmo sangramento, sendo a causa mais comum da infecção por Helicobacter Pilory, uma bactéria que produz infecções no aparelho digestivo.
Também podem-se citar as causas, como alimentação inadequada -refeições pesadas, gorduras e molhos-, hiperacidez gástrica, assim como o tabaco e o álcool, o consumo de anti-inflamatórios não esteróides, principalmente a aspirina, estresse e herança -principalmente as pessoas que pertencem ao grupo A-.
É fundamental uma mudança de hábitos alimentares, reduzindo as gorduras e incluindo na dieta, maior quantidade de frutas e verduras e alimentos em geral ricos em fibras, que diminuem a acidez e reparam a mucosa gástrica.
Não se deve abusar-lhe o leite, porque, embora a princípio acalmar a dor, depois provoca o aumento de acidez, nem vegetais pesados ou com amido, como as pernas e a couve. Também se devem evitar o tabaco, café, chá ou bebidas com cafeína, pois aumentam as secreções gástricas e a acidez, refeições pesadas e retraída, devem-se fazer refeições mais leves e com menos espaço de tempo entre elas, pelo menos seis refeições, para que não se gere acidez, comendo em um ambiente tranquilo e descontraído.
São recomendadas plantas medicinais, como a camomila, a do outro, tília, aloe ou marshmallow e são muito recomendáveis os alimentos como a banana e o farelo, que ajudam a cicatrizar as úlceras, o abacaxi e as maçãs, estas últimas por ser um grande antiácido natural.