Você realmente é tão importante o uso de fio dental?

É difícil alcançar a placa bacteriana e os restos de comida que se acumulam sob a gengiva e entre os dentes apenas com a escovação. De acordo com os dentistas, a maneira mais eficaz de fazer isso é usando fio dental, que também ajuda a controlar o mau hálito. Seu uso correto implica dentes e umas gengivas mais saudáveis, pois a placa é a principal causa de cáries e doença periodontal.
Por um lado, a placa de bactérias que se alimentam de restos de comida ou de açúcar que há em nossa boca e, quando isso ocorre, libera um ácido que pode carcomer a camada externa dos dentes (esmalte) e provocar cáries. Por outro lado, se a placa não é removida com a escovação e limpeza entre os dentes, com o tempo, pode endurecer e formar o tártaro, que, ao acumular-se sobre a linha das gengivas, pode levar a uma doença periodontal como a gengivite ou periodontite.
Quando usar o fio dental
Os especialistas recomendam usar fio dental pelo menos uma vez por dia. Até mesmo usá-la duas ou três vezes por semana é melhor do que não fazê-lo nunca. Para isso, o ideal é escolher um momento do dia em que se disponha de alguns minutos extra para dedicada ao tratamento odontológico mais em profundidade.
Aqueles que se sintam cansados demais para fazê-lo ao final do dia, podem encontrar um lugar para a primeira hora da manhã ou após a refeição, enquanto que outros preferem dedicar esse tempo antes de ir para a cama. Não importa tanto o quando usar fio dental, mas o fazê-lo de uma forma regular.
Dicas de utilização
Não é fácil saber utilizar correctamente esta ferramenta de higiene bucal se previamente não se explicou. Estas são as dicas básicas:
Corta um pedaço de fio dental que avalie como seu antebraço (em torno de 50 cm) e aperte as extremidades no dedo médio de cada mão, até que fiquem cerca de 5 cm de seda entre mão e mão. Desta forma você terá os dedos polegar e índice livres para manipular fio dental. Procura guiar a maior parte da seda em uma única mão, de maneira que, à medida que vá limpando os dentes, você pode deslocá-la para a outra mão, dispondo sempre de seda limpa.
Com a seda esticada entre os dedos, faça movimentos de zig-zag, movendo para os dois lados do dente, em direção à gengiva. Nunca introduzir o floss dental em um único movimento, porque, assim, tudo o que consegue é se machucar a gengiva e que esse sangue. Lembre-se, a gengiva saudável não sangra. E se ao fazer o movimento de zig-zag observar que se as gengivas sangram, ir ao dentista para que se verifique as gengivas.
Ao chegar ao nível da gengiva, limpa com suavidade os restos de placas que se acumulam entre dente e gengiva, rodeando a base de cada peça dental com a seda, como quando rodeas suas costas com uma toalha para secá-la, em forma de C. Lembre-se fazê-lo em cada um dos extremos do dente.
Lave a boca para remover os restos de alimentos e placa bacteriana. Você pode fazê-lo com água ou com um colutorioy concluir assim sua higiene bucal. Lembre-se que o colutorio deve conter flúor e nada de álcool. Evite, portanto, os colutorios cujos ingredientes terminam em –ol, já que são derivados do álcool. Esses componentes desinfectan mas desrespeitam a gengiva, por isso há que evitá-los. Os colutorios de clorexidina só deve usá-los quando você recomende o dentista já que seu uso prolongado tinge os dentes de cinza.

Tipos de fio dental
Quanto às classes de fio dental, podem-se distinguir três:
O floss dental,com ou sem cera, é a que é usada mais frequentemente. Tem uma vasta superfície plana e está especialmente indicada para pessoas com espaços interdentais normais, não muito grandes. O ideal é que leve também flúor.
O fio dental, também com ou sem cera, apresenta uma superfície arredondada e é aconselhável que cada vez que se esgarça e podem ficar fios do fio entre os dentes que são irritantes de remover.
O Super-floss é uma seda específica para as pessoas com pontes fixas e aparelhos de ortodontia.
Não obstante, de ser utilizados correctamente e de acordo com as necessidades particulares, todos os tipos de fio dental são excelentes para remover a placa bacteriana e os restos de alimentos.
Por último, não há que esquecer que a limpeza com fio dental não deve ser dolorosa. Se for muito forte, pode danificar a gengiva que há entre os dentes, enquanto que, se for muito fraca, talvez não elimine por completo as partículas de alimentos e placa.
É normal sentir algum desconforto ao começar a usar o fio dental, mas isso não deve ser obsta para desistir. Com a escovação e a limpeza entre os dentes diariamente deve aliviado essa desconforto no decorrer de uma semana ou duas. De não ser assim, é conveniente consultar o dentista.